Ótica Perfil

Acusados pela morte de marceneiro são condenados em júri popular na cidade de Malhador

Agreste Sergipano | 09.04.2019 às 20:45h

O julgamento de David Jesus dos Santos, conhecido por ‘Dedeu', e Felipe Gabriel dos Santos ocorreu nesta terça-feira (09). Os dois são acusados pela morte do marceneiro Joésio Santos da Silva de 39 anos, ocorrida em setembro de 2016 na cidade de Malhador, região Agreste do Estado de Sergipe.

O júri popular foi presidido pela juíza Patrícia Cunha Paz, da comarca de Malhador, e a dupla foi sentenciada a 20 anos de prisão por homicídio qualificado, furto qualificado, ocultação de cadáver e corrupção de menores. (Fotos: Arquivo/Gilson de Oliveira)

O crime

De acordo com as investigações da Polícia Civil, coordenada pela delegada Clarissa Lobo da Delegacia de Malhador, o marceneiro foi morto por não concordar com o relacionamento de sua filha de 15 anos com David Jesus dos Santos.

Joésio Santos da Silva foi assassinado com requintes de crueldade e teve o corpo desovado em uma grota e depois foi coberto por dois adolescentes. Em seguida, David e Felipe retornaram ao local e incendiaram o corpo da vítima para dificultar sua localização.

Diante do desaparecimento do marceneiro, sua genitora passou dez meses participando do quadro de desaparecidos de um programa de TV, na esperança de encontrar o filho, enquanto os criminosos zombavam da dor da família.

As prisões

O primeiro a ser preso foi Dedeu, que confessou o delito e a dinâmica para ocultação do cadáver, enquanto Felipe Gabriel, que já respondia por uma série de roubos na região, fugiu para São Vicente, no interior de São Paulo, onde passou alguns meses.

De volta à cidade de Malhador, o foragido ficou homiziado na casa de uma amante e passou a aterrorizar a comunidade do Povoado Serra, praticando assaltos e matando gado alheio nas propriedades locais, sendo finalmente localizado pela equipe de investigadores em abril de 2018.

Da Redação: Gilson de Oliveira
Contatos: gilsondeoliveira@gilsondeoliveira.com.br
WhatsApp: (79) 9-9977-1266 (Colabore com o Site com sugestões, fotos e vídeos)
*Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

 

Da redação:
comentários

WhatsApp: (79) 99977.1266
Email: gilsondeoliveira@gilsondeoliveira.com.br
Gilson de Oliveira - mais notícias
2007 - 2019 Gilson de Oliveira, mais notícia
Desenvolvido por Anderson Silva