Ótica Perfil

Homem é encontrado morto com ferimentos causados por disparos de armas de fogo

Na Zona Rural de Itabaiana | 19.08.2018 às 20:06h

Por volta das 10:30 da manhã deste domingo (19) um homem foi encontrado em óbito numa estrada vicinal do povoado Gandu I, no município de Itabaiana, na região do Agreste sergipano.

A vítima apresentava ferimentos provocados por disparos de arma de fogo e como teria ocorrido, assim como sua autoria, ainda é desconhecida da polícia. Entretanto, o fato será investigado pela equipe da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa da Delegacia Regional de Itabaiana.

O corpo do homem identificado como Aurélio Santos de Oliveira de 52 anos, foi recolhido para o exame de autopsia no Instituto Médico Legal Dr. Augusto César Leite, em Aracaju (SE), logo após a Polícia Técnica Cientifica ter realizado a perícia na cena do crime, inclusive os peritos constataram que a vítima foi atingida por duas armas diferentes, o que provavelmente eram dois atiradores.

Além dos policiais do 3.º Batalhão de Polícia Militar (3.º BPM), o caso também foi acompanhado pela equipe de local de crime da Delegacia Regional de Polícia Civil.

Aurélio era morador do povoado Junco, zona rural de Areia Branca (SE), e a motivação ainda não está esclarecida. Ele não possuía antecedentes criminais e tinha perdido a esposa havia seis meses.

É o segundo caso de morte registrada em Itabaiana na mesma semana e também o segundo assassinato nesse mês de agosto.

Qualquer informação que possa levar a polícia a localizar e prender o autor ou autores, pode ser passada pelo Disque-Denúncia 181. As informações são preservadas, portanto, o sigilo é garantido.

Da redação: Gilson de Oliveira
Contatos: gilsondeoliveira@gilsondeoliveira.com.br
WhatsApp: (079) 9-9977-1266 (Esse número não recebe ligações)
*Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

 

comentários

WhatsApp: (79) 99977.1266
Email: gilsondeoliveira@gilsondeoliveira.com.br
Gilson de Oliveira - mais notícias
2007 - 2020 Gilson de Oliveira, mais notícia
Desenvolvido por Anderson Silva