Ótica Perfil

Mais um envolvido no caso de desvio das verbas de subvenções da Alese tem mandato cassado

Deputado Federal | 01.12.2015 às 19:54h

O Pleno do Tribunal Regional Eleitoral de Sergipe (TRE/SE), decidiu por unanimidade cassar o mandato do deputado federal Adelson Barreto (PTB) em julgamento ocorrido na tarde desta terça-feira, dia 1.º.


A ação foi movida pela Procuradoria Regional Eleitoral e o juiz-relator Fernando Escrivani Stefaniu exibiu vídeos no Pleno do TRE/SE durante a exposição de seu voto no julgamento do parlamentar.


Para o Ministério Público Eleitoral, ficou comprovado que Adelson Barreto se beneficiou diretamente dos recursos da subvenção, cometendo improbidade administrativa, crimes de peculato, formação de quadrilha e lavagem de dinheiro, além de financiamento irregular de campanha e distribuição de benefícios de assistencialismo no período eleitoral.


Além da cassação do mandato, o magistrado ainda aplicou uma multa de R$ 106.410,00. Com a decisão do pleno, o deputado fica inelegível por 8 anos. Após o anúncio da sentença o deputado federal Adelson Barreto declarou que recorrer ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

 

Na tarde desta terça-feira o Pleno do TRE/SE julgou outros dois casos, onde o deputado estadual Gilson Andrade (PTC) se livrou da cassação, no entanto, foi condenado ao pagamento de multa de R$ 95.000,00.


Já o ex-deputado estadual e atual suplente Raimundo Vieira (Mundinho da Comase) teve o diploma cassado, e por isso, fica inelegível por oito anos, além do pagamento de multa de R$ 106.410,00.


Agora já são cinco deputados com os mandatos cassados, sendo dois federais e três estaduais, enquanto nove deputados estaduais, dos quais dois estão sem mandatos, tiveram aplicação de multas de R$ 40 mil e R$ 95 mil, respectivamente.


Da redação: Gilson de Oliveira, Mais Notícias


Você pode contribuir com o portal enviando informações para:
E-mail: gilsondeoliveira@gilsondeoliveira.com.br
WhatsApp: (079) 99660-2561 (Disponível apenas para mensagens de texto e fotos)


* Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

 

comentários

WhatsApp: (79) 99977.1266
Email: gilsondeoliveira@gilsondeoliveira.com.br
Gilson de Oliveira - mais notícias
2007 - 2019 Gilson de Oliveira, mais notícia
Desenvolvido por Anderson Silva