Ótica Perfil

Prefeito de Itabaiana, no Agreste Sergipano, emite nota sobre suposta agressão a sindicalista

ESCLARECIMENTO | 01.12.2014 às 15:32h

Diante da polêmica sobre uma suposta agressão sofrida pelo presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Itabaiana (SEPUMI), no qual um vídeo foi compartilhado nas redes sociais, o prefeito Valmir dos Santos Costa (PR) emitiu uma nota de esclarecimento sobre o fato.


Nota de esclarecimento sobre acusações de Presidente de Sindicato


Na manhã da última sexta, dia 28, quando adentrei ao Setor Pessoal na Secretaria de Administração, me deparei com a presença do Sr. Bráulio Brito, presidente do SEPUMI, em posse de alguns documentos que pertencem a aquela repartição. Dirigi-me até ele e pedi, com educação que ele passasse para frente do balcão e solicitasse, mediante apresentação de algum ofício do sindicato, a alguma das funcionárias que buscasse o que ele necessitava.


Eu, enquanto gestor prezo pelo bem público e não poderia permitir que ele, mesmo sendo representante do sindicato pegasse algum documento da forma que bem entendesse sem antes comunicar ao Secretário de Administração ou a chefe daquele setor. Pois bem, quando o pedi que ele se retirasse do local, ele pegou o celular e começou a gravar, sem minha autorização, e a insinuar que eu estava o agredindo sendo que no vídeo publicado por ele mesmo nas redes sociais, fica claro que eu em momento algum o agredi com tapas, como ele e o popular "Galeguinho da Roupa" postaram nas redes sociais.


O fato é que toda Itabaiana conhece o senhor Bráulio Brito de Santana, funcionário da Secretaria de Obras que está afastado para desempenhar atividades sindicais conforme a lei. Vejam: o mesmo comprou uma moto em Junho de 2007 na Itabaiana Motos, pelo valor de R$ 4.269,00. Contudo, em agosto de 2011, quatro anos depois, vendeu esse veículo ao Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Itabaiana (SEPUMI), o qual ele próprio preside, no valor de R$ 6.724,25. Fazendo uma pesquisa, foi constatado que segundo a tabela FIPE o valor médio dessa mesma moto à época era de R$ 2.549,00. Já o Carlito Ferreira de Jesus, popularmente conhecido por Galeguinho da Roupa, Itabaiana o conhece não é de hoje e sabe que o motivo de sua insatisfação e críticas destrutivas à nossa administração é meramente político.


Sei que nosso trabalho está incomodando aos oposicionistas de Itabaiana. Vale lembrar que quando assumimos a prefeitura em 2013 encontramos o servidor numa situação de desprezo. Eram três meses de salários atrasados, além de dívidas referentes às gestões de 2001 a 2004 e de 2009 a 2012. Até mesmo a contribuição sindical obrigatória estava sem ser repassada. Parcelamos essas dívidas e até hoje estamos pagando.


Apesar der toda essa herança maldita, ainda concedemos reajuste salarial de 8% para todos os servidores, começamos a recompor a Regência de Classe para os professores, retirada pela gestão anterior, pagamos o piso nacional do magistério e estamos pagando os salários a essa categoria sempre dentro do mês trabalhado. Ou seja, nós valorizamos os funcionários.


O mais incrível é que esse senhor, o Bráulio, já era presidente do SEPUMI na gestão passada e mesmo com todas as mazelas promovidas pelo ex-gestor e em nenhum momento defendeu os interesses da classe. Por quê? Ele era e é ligado politicamente ao então gestor.


Não irei parar de fazer pelo município, nem me deixar abater por armações de uma turma que está louca para voltar ao poder. Sem mais, deixo meu abraço aos servidores públicos de Itabaiana e informo que ao contrário do que está sendo divulgado nas emissoras de rádio por nossa oposição, efetuaremos sim o pagamento do 13º neste final de ano.


Valmir dos Santos Costa,
Prefeito Municipal de Itabaiana (SE)

Da redação:
Mais Política
Comentários
Gilson de Oliveira - mais notícias
2007 - 2018 Gilson de Oliveira, mais notícia
Desenvolvido por Anderson Silva