Ótica Perfil

Vice-prefeito de Aracaju desiste de candidatura a deputado estadual

FORA DA DISPUTA | 04.07.2014 às 12:43h

O vice-prefeito de Aracaju, José Carlos Machado (PSDB), anunciou na manhã desta sexta-feira (04), que não será candidato a deputado estadual, como pretendia. Tucano se recupera de uma cirurgia.

 

Itabaiana


"Estou bem. Tenho melhorado bastante, mas é um processo lento que exige disciplina do paciente", explica Machado, ao se referir ao procedimento cirúrgico, ao qual foi submetido no mês passado para desobstrução de artérias coronárias.


Durante todo o tratamento, ressalta Machado, é preciso disciplina, por exemplo, para respeitar horários de dormida, medicação, fisioterapia e alimentação. "Talvez, nos próximos 15 ou 30 dias eu esteja pronto para enfrentar uma campanha, mas não posso pedir aos amigos que me esperem", diz Machado, destacando que a decisão foi tomada, depois de muita reflexão e entendendo a dureza de se fazer uma campanha política.


"Lamento muito ter que tomar essa decisão, mas preciso cuidar da minha saúde", afirma Machado, ao agradecer aos amigos que já estavam comprometidos em acompanha-lo na caminhada político-eleitoral. O vice-prefeito, que continua no exercício do cargo, foi submetido ao cateterismo em São Paulo, após exames de rotina, sugeridos pelo médico que o acompanha em Aracaju, José Carlos Souza.


Machado diz que, neste momento, está pensando exclusivamente na sua saúde. "Estou absolutamente convencido que, não ser candidato, foi uma das decisões mais difíceis que já tomei. Mas estou certo de que é hora de priorizar a minha saúde", diz.


Compromissos - Machado destaca, no entanto, o seu compromisso com a campanha do senador Aécio Neves, à presidência da República, bem como com a campanha da senadora Maria do Carmo Alves (DEM), à reeleição, e do senador Eduardo Amorim (PSC), ao governo de Sergipe. "Temos compromisso com esses candidatos e vamos estar juntos, ajudando a construir esse projeto. Darei a minha contribuição ", afirma.


Para o presidente do PSDB de Sergipe, a saída de Machado da disputa proporcional representa uma grande perda para o partido. Ele ressalta, porém, que quando se fala em saúde não há o que se discutir. "Machado é um importante quadro. Nós sentimos muito a sua saída da disputa, mas temos que entender, considerando que o mais importante, neste momento, é o pronto restabelecimento da sua saúde", observa Roberto.


Com informações da assessoria

Da redação:
Mais Política
Comentários
Gilson de Oliveira - mais notícias
2007 - 2017 Gilson de Oliveira, mais notícia
Desenvolvido por Anderson Silva