Ótica Perfil

PROPOSTA REJEITADA: Professores da UFS decidem manter a greve

SEM ACORDO | 28.07.2012 às 06:11h

Por: Raquel Brabec

Em assemblia ocorrida na sexta-feira, dia 27,no auditrio da ADUFS, os professores da UFS votaram por unanimidade no aceitar a proposta apresentada pelo governo na reunio do dia 24 de julho.  A deciso seguiu a orientao do ANDES-SN de rejeitar novamente a proposta e manter a luta por uma reestruturao efetiva da carreira docente. Sees sindicais esto se reunindo em todo o Brasil at o dia30 de julho para decidir se vo aceitar os termos do governo ou no.

Segundo o presidente da ADUFS,prof. Antnio Carlos Campos, essa proposta mantm as perdas detectadas anteriormente e diminui a autonomia da universidade. O Comando Local de Greve(CLG) analisou o documento enviado pelo ANDES-SN e ns percebemos que vrios aspectos da proposta anterior permaneceram. No h variaes regulares entre os nveis de carreira, ao contrrio de nossa proposta de equilibr-los. A retribuio por titulao no foi incorporada ao vencimento bsico e o reajuste continua sem contemplar as perdas inflacionrias at 2015. Ns lutamos para que a carreira do professor seja atrativa para quem est fora e recompensatria para quem vai se aposentar.
 
Uma nova reunio foi agenda da para quarta-feira, 1 de agosto, s 21h, entre o Ministrio do Planejamento e as entidades para entrega da contraproposta e apresentao de posicionamentos a partir da manifestao da categoria.
 
Reunio - O governo apresentou sua nova proposta na tera-feira, 24, s entidades. Durante cinco horas de reunio,representantes do Ministrio do Planejamento apresentaram algumas modificaes pontuais na proposta anterior e ajustes internos nas tabelas de vencimento bsico e retribuio por titulao da remunerao dos docentes. Para o sindicato, a nova proposta mantm a desestruturao da carreira e fere a autonomia universitria, ao impor barreiras no desenvolvimento da carreira incompatveis com a atividade acadmica.

 

Da redação:
Mais Política
Comentários
Gilson de Oliveira - mais notícias
2007 - 2017 Gilson de Oliveira, mais notícia
Desenvolvido por Anderson Silva