Ótica Perfil

Padre de Macambira concede entrevista polêmica a emissora de rádio de Itabaiana

RELIGIÃO x POLÍTICA | 18.10.2011 às 14:21h
Ao participar do programa Jornal da Manhã da Fm Itabaiana, comandado por Rosalvo Soares, para responder as críticas do vereador José Francisco (PSD) do município de Macambira (SE), o Padre José Américo, da paróquia de São Francisco, do mesmo município, afirmou durante a entrevista que preferiria morrer a ter que entrar para a política.

As declarações do padre foram feitas logo depois que o parlamentar orientou o líder religioso a cuidar dos fiéis e esquecer os políticos locais.
Segundo o vereador, o pároco tem criticado a classe política do município durante os seus sermões. Já de acordo com o padre, o descontentamento do parlamentar começou na durante a festa do padroeiro São Francisco, quando chegou a Igreja Matriz e encontrou os bancos em frente ao altar reservados para os políticos.

Por não concordar com a situação, ele ordenou que os lugares fossem ocupados pois os políticos só aparecem na igreja no período festivo, enquanto os fiéis estão presentes sempre presentes na casa religiosa em busca do conforto espiritual.

Contrariado com as declarações do padre José Américo, o vereador itabaianense, Zé Teles (PSB), resolveu participar do programa e exigir que o religioso pedisse desculpas pela afirmativa. De imediato, ele voltou ao ar e declarou que pedir desculpas seria pouco, por isso pedia perdão, mas reafirmava que, preferia morrer a ter que entrar para a política. A resposta do padre não agradou ao parlamentar itabaianense, que imediatamente desligou o telefone.

Ainda durante a entrevista o padre também afirmou que é melhor ser côrno do que ser prefeito ou vereador, pois é só por quatro anos, e côrno é para toda a vida.

A utilização deste e outros artigos deve respeitar a Lei dos Direitos Autorais. Sua veiculação está previamente autorizada desde que as informações autorais sejam citadas.
Da redação:
Mais Política
Comentários
Gilson de Oliveira - mais notícias
2007 - 2018 Gilson de Oliveira, mais notícia
Desenvolvido por Anderson Silva