Ótica Perfil

NOVA PESQUISA PARA GOVERNO DE SERGIPE APONTA VANTAGEM DE DÉDA

Eleições 2010 | 15.08.2010 às 17:40h

Com informações de Gilvan Manoel (Jornal do Dia)

Se a eleição para o governo do Estado fosse realizada hoje, o governador Marcelo Déda (PT) seria reeleito no primeiro turno, com 52,6% dos votos válidos. A constatação é de pesquisa da Única, divulgada sábado, dia 14, que foi realizada entre os dias cinco e 10 de agosto, ouvindo 1.200 eleitores em nove municípios sergipanos, de todas as regiões do Estado.

De acordo com a pesquisa, Déda teria hoje 46,8% dos votos válidos, João Alves Filho (DEM) 37,2% e Vera Lúcia PSTU) 3,6%. Os demais candidatos - Pastor Arivaldo José (PSDC), Henrique (PRTB), Professora Avilete (PSOL) e Leonardo Dias (PCB) -  não alcançaram 1% dos votos. Nenhum/brancos e nulos alcançou 6,2% do eleitorado e não sabe/não opinou 4,9%. A margem de erro é de 3 pontos percentuais, considerando um grau de confiança de 95%.

Segundo o instituto, com sete candidatos na disputa, apenas dois nomes despontam nas intenções de voto dos eleitores sergipanos nesse momento, antes do início da propaganda eleitoral gratuita na TV e no rádio. A vantagem de 9,6 pontos percentuais para Marcelo Déda sobre João Alves é maior do que a margem de erro amostral do levantamento, que é de 2,8 pontos para mais ou para menos nos percentuais obtidos.

Diferenças - De acordo com a pesquisa, a diferença entre Déda e João Alves é maior entre os homens, que declaram maior intenção de votar no candidato do PT (48,4%), enquanto as mulheres apresentam maiores percentuais de voto branco/nulo, ou de indecisão (12,2%).

Conforme o instituto, é claro o aumento da preferência por Déda quanto mais jovem o eleitor, com esse candidato alcançando 52,7% entre os eleitores de 16 a 24 anos e caindo a 42% entre os de 40 a 49 anos. O voto em João Alves apresenta tendência inversa, passando de 40,4% para 44% nessas faixas, respectivamente. Com isso, Déda lidera com folga nas faixas com até 29 anos.

A diferença entre os dois candidatos chega a 32,4 pontos percentuais entre os eleitores com nível superior completo ou não (58,1% Déda e 25,7% João Alves), mas se mantém empatada tecnicamente no nível médio de escolaridade.

As intenções de voto para os dois candidatos apresentam-se homogêneas entre a capital, os demais municípios metropolitanos e o interior, no entanto, a preferência por Déda é significativamente maior na capital, onde obtém 49,7%, contra os 32,5% do candidato da oposição.

Espontânea - Na pesquisa espontânea, o candidato do PT amplia a diferença para 11,7% em relação ao segundo colocado: Déda tem 43,9%, João Alves 32,2% e dos demais candidatos apenas Vera Lúcia, alcança mais de 1% da intenções.

A percepção dos sergipanos é a de que a reeleição de Déda (54,3%) se concretize (João Alves 31,2%).

Segundo turno - Num eventual segundo turno, se tivessem que escolher hoje, os eleitores de Sergipe também dariam vitória para Marcelo Déda, com 47,4%, contra 38,9% para João Alves. Outros 9,3% votariam em branco ou nulo e 4,5% não sabem responder.

Rejeição - Na medida de rejeição os nomes mais citados, com 23,4%, são os do candidato do DEM, João Alves, e o do PT, Marcelo Déda enquanto o patamar dos demais candidatos é um pouco mais baixo, variando entre 10% e 18%.

Nesta pesquisa a Única utilizou a medida de rejeição estimulada com múltiplas opções (destes candidatos, em quais o(a) sr(a) não votaria de jeito nenhum?), dando aos entrevistados a opção de citar mais de um nome.

A pesquisa foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral do Sergipe sob protocolo número 9483/2010 e no Tribunal Superior Eleitoral sob protocolo número 23163/2010.

 

comentários

WhatsApp: (79) 99977.1266
Email: gilsondeoliveira@gilsondeoliveira.com.br
Gilson de Oliveira - mais notícias
2007 - 2020 Gilson de Oliveira, mais notícia
Desenvolvido por Anderson Silva