Ótica Perfil

Três parlamentares de SE processados no STF

Justiça Federal | 14.06.2010 às 18:35h

Três parlamentares do estado de Sergipe têm mandatos e respondem a processos no Supremo Tribunal Federal (STF). De acordo com os dados do site Congresso em Foco, o deputado federal Jackson Barreto(PMDB) responde a cinco ações penais e os deputados federais Eduardo Amorim  (PSC) e Jerônimo Reis (DEM) respondem a inquéritos que questionam crime contra a lei de licitação.

No país, são 168 parlamentares que respondem processos no Supremo Tribunal Federal (STF). Eles são de 15 partidos diferentes, das 27 unidades da Federação. Nove ocupam cargos de liderança no Congresso. Um deles preside a Câmara, outro é vice-presidente do Senado. E juntos, eles são alvos de 396 investigações no Supremo.

Entre esses 168 parlamentares, cinco respondem a pelo menos uma dezena de processos. O campeão nesta lista é o ex-governador de Roraima Neudo Campos (PP-RR), candidato ao governo do estado em outubro, com 21 denúncias.

Em Sergipe

 
(Foto: Reprodução)

*Ações Penais
Deputado Jackson Barreto (PMDB-SE)
Ação Penal  357 Peculato 
Data de autuação: 13/11/2003
Ação Penal  372 Crime contra a administração em geral 
Data de autuação: 19/05/2004
Ação Penal  377 Peculato (c/ parecer da PGR pela extinção da punibilidade)
Data de autuação: 09/08/2004
Ação Penal  488 Peculato
Data de autuação: 23/05/2008
Ação Penal  431 Peculato
Data de autuação: 22/06/2007

*Inquéritos
Deputados:

Eduardo Amorim  (PSC-SE)
Inquérito 2867 Improbidade administrativa e crime  contra a Lei de licitações
Data de autuação: 21/09/2009

Jerônimo Reis (DEM-SE)
Inquérito 2614 Crime de responsabilidade e contra a Lei de Licitações
Data de autuação: 18/09/2007
Inquérito 2633 Crime de imprensa e crime contra a honra (c/ parecer da PGR pela extinção da queixa-crime)
Data de autuação: 08/10/2007

Com informações do Congresso em Foco (www.congressoemfoco.com.br)

Da redação:
Mais Política
Comentários
Gilson de Oliveira - mais notícias
2007 - 2018 Gilson de Oliveira, mais notícia
Desenvolvido por Anderson Silva