Ótica Perfil

Justiça concede liberdade aos presos na Operação Xeque-Mate Sertão

Habeas Corpus | 15.06.2019 às 11:09h

O ex-prefeito do município de Carira (SE), João Bosco Machado, e seus filhos Diego e Diogo Menezes Machado, conseguiram liminar de Habeas Corpus na tarde de sexta-feira (14), impetrada pelo advogado Evânio Moura.

Pai e filhos foram presos durante a operação "Xeque-Mate Sertão" deflagrada na tarde de terça-feira (11) pelo Departamento de Crimes Contra a Ordem Tributária e Administração Pública da Polícia Civil (Deotap), nas cidades sergipanas de Carira e Tobias Barreto, além de Salvador (BA).

O caso

De acordo com a delegada geral da Polícia Civil, Katarina Feitoza, o grupo atuava em diversas frentes da administração pública com o objetivo de fraudar licitações. "Era um grupo político que se valia do seu poder para desviar dinheiro público da prefeitura. No inquérito policial já apuramos um desvio aproximado de R$ 7 milhões. Nos inquéritos civis, feitos pelo Ministério Público, é apontado desvio de mais de R$ 20 milhões", destacou.

Durante a investigação iniciada pelo Ministério Público Estadual e depois encaminhada ao Deotap, o principal articulador do sistema de fraude à licitação foi o ex-prefeito João Bosco Machado. "O dinheiro saía dos cofres da Prefeitura de Carira, seguia para a empresa Angular e retornava para a conta do ex-gestor, como também para a conta de seu filho Diogo Machado, que era o prefeito na época", destacou a delegada Lara Schuster, que coordena as investigações.

Segundo a polícia, as fraudes ocorreram no período de aproximadamente 20 anos na Prefeitura Municipal de Carira e além de João Bosco Machado e dos dois filhos, também foram presos o vereador por Carira, José Alves de Menezes, e mais os empresários Antônio Carlos dos Santos, José Messias dos Santos e Robson Lopes de Oliveira.

Da Redação: Gilson de Oliveira
Contatos: gilsondeoliveira@gilsondeoliveira.com.br
WhatsApp: (79) 9-9977-1266 (Colabore com o Site com sugestões, fotos e vídeos)
*Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

 

 

comentários

WhatsApp: (79) 99977.1266
Email: gilsondeoliveira@gilsondeoliveira.com.br
Gilson de Oliveira - mais notícias
2007 - 2019 Gilson de Oliveira, mais notícia
Desenvolvido por Anderson Silva