Ótica Perfil

Prefeito de Itabaiana é afastado do cargo por decisão da Justiça e tem bens bloqueados

Operação Abate Final | 20.11.2018 às 04:23h

No final da tarde de segunda-feira (19), por decisão da Juíza Taiane Danusa Gusmão Barroso Sande, da 2.ª Vara Cível de Itabaiana, o prefeito de Itabaiana, Valmir dos Santos Costa (Valmir de Francisquinho) do PR, foi afastado do cargo a pedido do promotor do Patrimônio Público do Ministério Público Estadual, Amilton Neves Brito Filho.

Na decisão da magistrada também foi determinado o afastamento do secretário de agricultura do município Erotildes de Jesus e do funcionário comissionado Jamerson da trindade Mota. A determinação ainda prevê a indisponibilidade dos bens do prefeito, do secretário, do servidor comissionado e da empresa FGC Transportes.

A juíza também deferiu uma medida cautelar solicitada pela vice-prefeita Carminha Mendonça (PSC) para que o presidente da Câmara de Vereadores a empossasse, em virtude da prisão preventiva do prefeito. Com isso, a vice-prefeita será empossado no cargo às 11 horas desta terça-feira (20) em sessão a ser realizada no legislativo municipal.

O prefeito Valmir de Francisquinho se encontra no Presídio da Polícia Militar (Presmil), em Aracaju (SE), desde o dia 07 de novembro, juntamente com o secretário de agricultura, suspeitos de envolvimento em um esquema de desvio de taxas cobradas pelo Matadouro Público do município.

Além do prefeito e do secretário, também foram presos Breno Veríssimo Melo de Jesus (Compajaf); o gerente do matadouro Manoel Messias de Souza, (Compajaf) e o servidor comissionado Jamerson da Trindade Mota (Compajaf), em decorrência das investigações da Operação Abate Final deflagrada pelo Departamento de Combate aos Crimes Tributários e Administração (Deotap) da Secretaria de Segurança Pública (SSP/SE) e pela Promotoria do Patrimônio Público e o Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (GAECO) do Ministério Público Estadual (MPE).

A assessoria jurídica de Valmir de Francisquinho impetrou um Habeas Corpus junto ao Superior Tribunal de Justiça (STJ), em caráter liminar, o pedido de soltura do prefeito para que o mesmo acompanhe os desdobramentos da operação Abate Final em liberdade. O documento foi protocolado no dia 08 de novembro.

Da redação: Gilson de Oliveira
Contatos: gilsondeoliveira@gilsondeoliveira.com.br
WhatsApp: (079) 9-9977-1266 (Esse número não recebe ligações)
*Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

 

comentários

WhatsApp: (79) 99977.1266
Email: gilsondeoliveira@gilsondeoliveira.com.br
Gilson de Oliveira - mais notícias
2007 - 2018 Gilson de Oliveira, mais notícia
Desenvolvido por Anderson Silva