Ótica Perfil

Justiça sequestra dinheiro das contas do município de Itabaiana para pagar dívida salarial deixada por Luciano Bispo

17 anos depois | 16.12.2017 às 09:11h

Às vésperas de se quitar duas folhas de pagamento, referentes ao 13.º salário e o mês de dezembro, a Prefeitura Municipal de Itabaiana, no Agreste Central sergipano, sofreu um sequestro em suas contas na quantia de R$ 167.953,25 (Cento e Sessenta e Sete Mil, Novecentos e Cinquenta e Três Reais, e Vinte e Cinco Centavos) em razão de dívidas salariais deixadas por Luciano Bispo de Lima (PMDB) e que resultou no ajuizamento de Ação Civil Pública pelo Ministério Público do Estado de Sergipe em desfavor do Município de Itabaiana, em processo tombado sob o nº 200252020056.

O resultado da ação foi anunciada na quinta-feira (140 e de início teve como objeto o pagamento do 13.º salário do funcionalismo referente ao ano de 2000, bem como os meses de junho, julho, agosto e setembro de 2000, alcançando, em seguida, dívidas de 13.º salário do ano de 2003 e outras verbas salariais do seu mandato, referente a 2004. O valor já se encontra a disposição das pessoas que entraram com a ação na justiça.

Mesmo sofrendo esse desfalque nas contas do município, o prefeito de Itabaiana, Valmir de Francisquinho (PR), já comunicou que irá manter o pagamento do 13.º salário e o salário equivalente ao mês de dezembro, para o próximo dia 22, conforme anunciado no final do mês de novembro. "Eu não posso cometer o mesmo erro que o antigo gestor cometeu. Os servidores não podem pagar pelo erro dos outros. Graças a Deus tenho mantido a minha postura de pagar em dia, e assim pretendo permanecer até o fim do meu mandato", diz Valmir.

Desde de 2013, quando assumiu a gestão de Itabaiana, Valmir de Francisquinho tem realizado o pagamento de diversas dívidas deixadas pela irresponsabilidade administrativa de Luciano Bispo, onde já foi quitado aproximadamente R$ 32 milhões, de R$ 33 milhões de débitos deixados pelo ex-prefeito, inclusive, o município itabaianense encontra-se em dia com a justiça Estadual, Federal e Trabalhista.

Da redação: com informações da Ascom da PMI-SE
Contatos: e-mail: gilsondeoliveira@gilsondeoliveira.com.br
WhatsApp: (079) 9-9660-2561 (Não recebe chamadas)
*Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

 

comentários

WhatsApp: (79) 99977.1266
Email: gilsondeoliveira@gilsondeoliveira.com.br
Gilson de Oliveira - mais notícias
2007 - 2019 Gilson de Oliveira, mais notícia
Desenvolvido por Anderson Silva