Ótica Perfil

23 municípios sergipanos estão abaixo da meta de vacinação da gripe influenza estabelecida pelo MS

Campanha Nacional | 17.05.2016 às 00:27h

Faltando quatro dias para o término da Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza, apenas cinco municípios sergipanos ultrapassaram a meta estipulada pelo Ministério da Saúde (MS), imunizando mais de 80% da população pertencente ao grupo prioritário. Os municípios em destaques são Telha (93,08%), Malhada dos Bois (84,27%), Ilha das Flores (81,39%), Santa Rosa de Lima (80,97%) e Indiaroba (80,42).

Um percentual ainda baixo, principalmente se for levado em conta o total de 364 mil sergipanos que precisam ser vacinados.

Outras 47 cidades estão no intervalo entre 60 e 79% de cobertura. No topo da lista estão Cumbe (79,86%), General Maynard (79,32%), Simão Dias (78,90%), Pirambu (78,48%), Siriri (76,66%) e Rosário do Catete (75,59%). Já no sentido inverso, que pedem um pouco mais de atenção, estão os municípios de Divina Pastora (63,38%), Riachuelo (63,23%), Umbaúba (63,05%), Japoatã (61,87%), Tomar do Geru (61,44%) e Lagarto (61,26%).

O Sistema de Informações do Programa Nacional de Imunizações (SIPNI) mostra que 23 cidades sergipanas estão em estado de alerta, pois ainda apresentam cobertura inferior a 60%. Os casos mais preocupantes são os municípios de São Francisco (27,98%), Monte Alegre de Sergipe (28,66%), Nossa Senhora das Dores (38,98%), Gararu (44,64%), Amparo do São Francisco (45,76%) e Carira (46,29%). Aracaju também está nesta lista, com apenas 50,68% de cobertura até agora.

Até agora, foram aplicadas 239.696 doses da vacina, o que equivale a 58,63% de cobertura no estado. Estão sendo vacinadas crianças entre 6 meses e menores de 5 anos, idosos, puérperas (mulher no período de 45 dias após o parto), índios, profissionais de saúde e pessoas com comorbidades (doenças crônicas respiratórias, renais, cardíacas, hepáticas, diabéticos e transplantados).

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza deste ano é destinada, também, aos jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas sócio educativas, população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional. Sergipe recebeu 500 mil doses da vacina, disponíveis nas 350 unidades básicas de saúde, nos 75 municípios do estado.

Casos confirmados

O Laboratório Central de Sergipe (Lacen) confirmou 11 casos da gripe H1N1 no estado, sem nenhum registro de óbito. Nove pacientes são moradores da capital, um da cidade de São Cristóvão e outro de Nossa Senhora do Socorro.

O Lacen observou, ainda, que a maioria dos casos foi registrado em crianças e idosos, todos monitorados pela Vigilância Epidemiológica. Até o mês de abril, 122 amostras foram cadastradas para o exame de vírus respiratório.

Da redação: Ascom - SES
Contatos: e-mail: gilsondeoliveira@gilsondeoliveira.com.br / WhatsApp: (079) 9-9660-2561
*Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

 

Mais Notícias
Comentários
Gilson de Oliveira - mais notícias
2007 - 2017 Gilson de Oliveira, mais notícia
Desenvolvido por Anderson Silva