Ótica Perfil

Homem encontrado morto em área de fazenda no município de Itabaiana estava desaparecido há quase uma semana

Homicídio ou Latrocínio? | 09.03.2016 às 17:53h

Corpo encontrado fazenda Itabaiana SergipeNo início da manhã desta quarta-feira, dia 09, um trabalhador rural da Fazenda Cajazeira, situada na região do povoado Taperinha, na divisa dos municípios de Itabaiana e Macambira, no Agreste de Sergipe, encontrou um corpo do sexo masculino em avançado estado de decomposição.

O achado estava dentro de uma pequena vala e ao lado da vítima existiam várias pedras, deixando a entender que o homem havia sido morto por espancamento.

O fato foi comunicado à Polícia Militar, quando de imediato uma guarnição do 3.º Batalhão do Agreste, se deslocou para a região do ocorrido e confirmou no local a presença do cadáver. Em seguida, a Polícia Técnica Científica do Instituto de Criminalística também foi acionada e após ser analisada a cena do crime, o corpo foi removido para ser autopsiado no Instituto Médico Legal Doutor Augusto César Leite, na capital sergipana.Corpo encontrado fazenda Itabaiana Sergipe

A vítima, trata-se de Degnaldo dos Santos, conhecido por "Bem te Vi", 40 anos, morador do Loteamento "Pica Pau", em Itabaiana. Ele estava desaparecido desde a última sexta-feira, dia 04, quando pegou emprestado a motocicleta de um amigo.

No local onde o corpo se encontrava, os investigadores da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa da Delegacia Regional de Polícia Civil localizaram um capacete e o aparelho de telefone celular. Já o veículo de duas rodas não foi encontrado.

A investigação do caso está sendo presidida pelo delegado Marcos Garcia e a polícia trabalha com duas hipóteses para o crime. Uma delas, diz respeito a uma dívida da compra de 150 quilos de castanhas no valor de R$ 42.000,00 (Quarenta e Dois Mil Reais) contraída pela vítima com um comerciante do ramo em Ribeira do Pombal (BA).

Durante as primeiras investigações, a autoridade policial colheu o depoimento de dois primos de Degnaldo, moradores da cidade de Campo do Brito (SE), e nesta sexta-feira, dia 11, também será ouvido o comerciante de castanha, a quem a vítima havia adquirido o produto e ainda estava em debito.


Da redação: Gilson de Oliveira, Mais Notícias
Contatos: e-mail: gilsondeoliveira@gilsondeoliveira.com.br
WhatsApp: (079) 9-9660-2561
* Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

 

Mais Notícias
Comentários
Gilson de Oliveira - mais notícias
2007 - 2017 Gilson de Oliveira, mais notícia
Desenvolvido por Anderson Silva