Ótica Perfil

Polícia civil intensifica combate à prostituição infantil em Itabaiana

PROSTITUIÇÃO | 18.04.2009 às 07:11h

Uma operação realizada na manhã desta sexta-feira, dia 17, mobilizou policiais civis da Delegacia Regional de Itabaiana e da coordenadoria das delegacias do interior. Durante as incursões dos policiais foram cumpridos mandados de busca e apreensão em diversos pontos do município de Itabaiana.

Os trabalhos foram executados com base em investigações realizadas desde o ano passado com relação ao crime de prostituição infantil, de acordo com a delegada Juliana Alcoforado, titular da Delegacia da Mulher de Itabaiana. As informações apontavam para a presença de adolescentes em diversos prostíbulos do município. Foram interditadas seis casas de prostituição.
Mesmo havendo a suspeita, durante a operação os policiais não encontraram nenhum tipo de arma ou de droga nos locais investigados. Paralelamente ao trabalho desenvolvido em Itabaiana, um outro grupo de policiais civis esteve na cidade de Campo do Brito para realizar uma operação para combater o mesmo tipo de crime. Lá os policiais apreenderam dez motocicletas que estavam em situação irregular. Os veículos foram levados para a delegacia local.

Mandados de prisão
Durante os trabalhos desenvolvidos na capital do agreste, a policia cumpriu, também, dois mandados de prisão. Claudia Santos Oliveira, 23 anos, foi detida sob a acusação de porte ilegal de arma de fogo. Um revólver calibre 32 foi encontrado com a acusada. O outro mandado de prisão foi cumprido com a detenção de José Edson de Jesus Santos, 32 anos, apontado como o autor de diversos assaltos na região de Itabaiana. Os dois acusados foram surpreendidos pelos policiais no momento em que se encontravam em suas casas. Não houve reação a prisão. Eles foram encaminhados para a delegacia da cidade, onde foram tomadas as providências cabíveis.
Foto: Reinaldo Gasparoni/SSP

Com informações da Secretaria de Segurança Pública

Da redação:
Mais Notícias
Comentários
Gilson de Oliveira - mais notícias
2007 - 2018 Gilson de Oliveira, mais notícia
Desenvolvido por Anderson Silva