Ótica Perfil

Mulher ferida por arma de fogo em bar de Itabaiana morre em hospital de Aracaju

MORTE | 12.04.2009 às 21:56h
Aconsilda da Paixão Neves de Santana, conhecida pela alcunha de “Cida”, 31 anos, morreu na noite de quarta-feira, dia 08, no Hospital de Urgência de Sergipe Governador João Alves Filho, em Aracaju, depois de ficar três dias internada. Ela foi vítima de disparos de arma de fogo na segunda-feira, dia 06, no bar Paraquedinha, de sua propriedade, localizado às margens da BR-235, no Bairro Campo Grande, em Itabaiana.
O crime aconteceu por volta das 22h45, quando a vítima foi surpreendida por homem chegou ao estabelecimento e sem qualquer discussão efetuou vários disparos.
Cida era natural do município de Simão Dias e estava morando em Itabaiana a cerca de 06 anos.
Aconsilda da Paixão Neves de Santana foi a 14ª vítima de homicídio registrado este ano no município de Itabaiana.
O caso está sendo investigado pelo delegado Hildemar Lima Rios, responsável pelo Setor de Homicídios e Proteção à Pessoa, da Delegacia Regional de Itabaiana.

Com a morte de Cida, sobe para três o número de mulheres assassinadas de janeiro para cá na cidade de Itabaiana.
A primeira morte ocorreu no dia 05 de fevereiro quando a senhora Dalva Souza de Menezes, 62 anos, foi atingida por um tiro na cabeça ao tentar impedir que homens encapuzados invadissem sua residência no Povoado Água Branca para roubar.     
A outra morte foi da dona de casa Maria José dos Santos, 30 anos. Ela foi assassinada a golpes de faca peixeira no Povoado Carrilho na madrugada de quarta-feira, dia 08. O autor do homicídio foi Acrísio Silva Santos, marido da vítima, que encontra-se foragido.
comentários

WhatsApp: (79) 99977.1266
Email: gilsondeoliveira@gilsondeoliveira.com.br
Gilson de Oliveira - mais notícias
2007 - 2020 Gilson de Oliveira, mais notícia
Desenvolvido por Anderson Silva