Ótica Perfil

Justiça: Padre é condenado por estupro de vulnerável no Sertão Sergipano

JULGAMENTO | 24.03.2015 às 16:05h

Padre Estupro Menino Nossa Senhora da Glória Sergipe 

(Foto: Reprodução/Aqui Acontece)

 

O padre Márcio Gonzaga de Lima, 45 anos, ligado a Diocese do município de Propriá, foi condenado pela prática de estupro de vulnerável pelo juiz Fernando Luís Lopes Dantas, da 1ª Vara Cível e Criminal da Comarca de Nossa Senhora da Glória (SE).


O padre foi condenado por abusar sexualmente de garoto de apenas 12 anos. O caso foi registrado no município de Nossa Senhora Glória, onde o Padre Márcio exercia a função de pároco, e descoberto após uma denúncia anônima feita pelo Disque Denúncia da Polícia Civil. Há suspeitas de que outros garotos também tenham sido abusados pelo religioso quando eram coroinhas da paróquia.


Segundo informações já divulgadas pela polícia, o garoto de 12 anos oficializou a denúncia através de seus pais, confirmando que tinha sido abusado pelo padre e que o crime acontecia na igreja e também em um apartamento do religioso.


De acordo com o bispo da Diocese de Propriá, Dom Mário Rino Sivieri, o pároco foi afastado da igreja em janeiro de 2013, quando iniciaram as investigações. Ainda segundo Dom Mário, a arquidiocese ainda não foi comunicada oficialmente da condenação. "Ainda não fomos comunicados, mas quando isto ocorrer será iniciado um processo e encaminhado à Santa Sé, ao Papa Francisco, pois ficando comprovada a culpa o padre será rebaixado do ministério", declarou o bispo.


A defesa do religioso deve recorrer da decisão. O processo tramita em segredo de justiça.


FONTE: Portal A8SE

comentários

WhatsApp: (79) 99977.1266
Email: gilsondeoliveira@gilsondeoliveira.com.br
Gilson de Oliveira - mais notícias
2007 - 2019 Gilson de Oliveira, mais notícia
Desenvolvido por Anderson Silva