Ótica Perfil

Polícia Civil de Sergipe prende quadrilha interestadual acusada de roubo de carga e latrocínio

POLÍCIA | 12.02.2009 às 21:03h

A Polícia Civil desarticulou uma quadrilha acusada de latrocínio e roubo de cargas e veículos que atuava nos Estados de Sergipe e Alagoas.
Foram três meses e meio de investigações do Centro de Operações Especiais, através dos seus Núcleos de Combate a Organizações Criminosas e da Divisão de Inteligência da Polícia Civil, que culminaram na prisão dos alagoanos Albires Marques de Barros, conhecido como ‘Madruga’, Abel Correia da Silva, Maciel Barbosa da Silva, José Francisco dos Santos, Dailton Marques da Silva, Antônio Júnior Lopes da Silva, o ‘Toni’, e Adeildo Balbino de Morais, o ‘Delcinho’.

A operação policial foi desencadeada simultaneamente nos dois Estados. Duas das prisões aconteceram na cidade de Propriá/SE e outras cinco nos municípios de São Sebastião, Arapiraca e Palmeira dos Índios, em Alagoas.
O grupo é suspeito de assaltar caminhões que transportavam diversos tipos de carga, desde produtos de limpeza até eletro-eletrônicos, e atuava sempre com violência. Os integrantes roubavam a carga e a levavam para Alagoas, onde desmanchavam os veículos. Algumas das peças eram vendidas em Propriá.

Segundo a delegada Danielle Garcia, a investigação começou em novembro do ano passado, após o latrocínio do caminhoneiro João Carlos Matias, encontrado morto em Cedro de São João. A vítima foi amarrada com arame e levou um tiro de escopeta na nuca. Foi depois desse crime contra o caminhoneiro em Sergipe que os policiais chegaram à quadrilha, já que descobriram que a carga de cerâmica transportada tinha sido vendida no interior de Alagoas.
Ainda de acordo com a delegada, quem articulava os crimes era o “Madruga” e havia também uma segunda etapa da organização, formada por pessoas que faziam o contato para a receptação da carga.
Foto: Maria Odília

Com informações da Assessoria de Comunicação da SSP

Da redação:
Mais Notícias
Comentários
Gilson de Oliveira - mais notícias
2007 - 2018 Gilson de Oliveira, mais notícia
Desenvolvido por Anderson Silva