Ótica Perfil

Polícia desarticula mais uma quadrilha de explosões de caixas eletrônicos

INVESTIGAÇÕES | 24.11.2014 às 14:35h

Os quatro núcleos do Complexo de Operações Policiais Especiais (COPE), com o apoio da Divisão de Inteligência e Planejamento Policial (Dipol), realizaram uma operação na tarde da última sexta-feira, 21, com o intuito de desarticular mais uma quadrilha que agia explodindo cashs em Sergipe.


prisão quadrilha caixas eletrônicos


Foram presos Marinelson dos Reis, vulgo ""Cocão"", detido no bairro Aruana; Jessimar Santos de Jesus, o ""Liu"" preso no momento em que estava em um ponto de ônibus no bairro Jardins próximo ao hospital Primavera; Jean Silva da Paixão, conhecido como ""Baiano", que é morador de Salvador e estava em Sergipe para repassar drogas aos integrantes da quadrilha de explosões de cashs; Matheus Alves Conserva, o "Gordinho. No final da operação ainda foram detidos: Erick Almeida Passos, Edinaldo Santos Passos e Antônio Carlos Santana da Conceição.


As ações aconteceram nos bairros Jardins, Atalaia e Aruana. Foram apreendidos R$ 20 mil dinheiro, sendo R$ 13.800,00 com um integrante da quadrilha que estava em um estacionamento de um hipermercado na zona sul da capital esperando um fornecedor de drogas para adquirir dois quilos de crack. O fornecedor também foi preso com a quantia de R$ 6.200,00.


prisão quadrilha caixas eletrônicos prisão quadrilha caixas eletrônicos


Também foi apreendido uma grande quantidade de dinheiro, duas pistolas calibre 380, um revólver calibre 38, uma banana de dinamite, 50 quilos de maconha, dois quilos de crack, uma balança de precisão, um Fiat Punto, de cor preta, placa IAO-8739, e um veículo de luxo CRV4 da Toyota.


prisão quadrilha caixas eletrônicos prisão quadrilha caixas eletrônicos


Investigações


De acordo com diretor do Cope, delegado Jonatha Evangelista, a quadrilha vinha sendo investigada há cerca de três meses quando eles explodiram os cashs eletrônicos do Banco do Brasil de Nossa Senhora de Lourdes. Matheus, Gessimar e Marinelson confessaram que participaram desse crime em Lourdes e do envolvimento da quadrilha nas explosões dos cashs da Caixa Econômica Federal, localizados no bairro Aruana.


Segundo a polícia, o "Baiano" é o braço da quadrilha que repassava drogas já que o bando investia o dinheiro subtraído nas explosões e no tráfico de drogas. "Outras pessoas podem ainda serem presas"", destacou o diretor do Cope.


Na última quarta-feira,19, os criminosos roubaram um veículo Fiesta e abandonaram a vítima e o carro no interior do Estado. "Tínhamos informes seguros de que eles explodiriam cashs eletrônicos na cidade de Gararu, mas a ação da polícia impediu a ação do bando", destacou.


A maconha e a dinamite apreendida foram encontradas na casa de Marinelson. Já o crack, os policiais do COPE encontraram na residência do Gessimar no bairro Atalaia.


Todos já foram presos anteriormente por conta de outros crimes. "Com essas prisões chegamos a elucidação de todos os 18 eventos de explosões de caixas eletrônicos ocorridos neste ano no nosso Estado. No ano passado tivemos 24 casos com sua grande maioria também elucidada"", destacou Evangelista.


Os acusados foram indiciados pelos crimes de tráfico de drogas, formação de quadrilha e porte ilegal de arma de fogo.

 

 

FONTE: SSP/SE - (Fotos: Reinaldo Gasparoni)

Da redação:
Mais Notícias
Comentários
Gilson de Oliveira - mais notícias
2007 - 2017 Gilson de Oliveira, mais notícia
Desenvolvido por Anderson Silva