Ótica Perfil

Itabaianenses são presos por policiais do COPE suspeitos de integrarem bando de roubo de cargas

RODOVIAS DO BRASIL | 14.11.2014 às 14:48h

Na madrugada da última quarta-feira, 12, policiais civis do Complexo de Operações Policiais Especiais (COPE), com apoio da Divisão de Inteligência e Planejamento Policial (Dipol), desarticularam uma quadrilha especializada em roubo de cargas e de pneus de caminhões que vinha agindo em rodovias que cortam os estados de Sergipe, Bahia e Minas Gerais. Somente em solo sergipano a quadrilha praticou oito roubos de cargas nos últimos meses.


roubo carga itabaiana

 

Foram presos Paulo César do Amaral, conhecido como "Paulinho", 45 anos; Carlos Augusto dos Santos, 33 anos, o "Carlinhos Abadias" que é genro de Paulo, e José Augusto dos Santos, conhecido como "Tinho ou Timbú", 33 anos. Eles foram detidos na rodovia estadual SE-285, nas proximidades do município de Arauá (SE), instantes após os criminosos terem roubado uma carga e um caminhão pertencentes a uma rede de supermercados nas proximidades de um posto de combustíveis localizado na BR-101, em Santa Luzia do Itanhy (SE).


"Dois dos autores abordaram o motorista enquanto ele dormia no pátio do posto, sendo que após renderem a vítima usando uma arma de fogo, os infratores assumiram a direção do caminhão e dirigiram-se a uma área rural, onde um terceiro integrante já os aguardava para realizarem o transbordo da carga para um outro caminhão baú, que era utilizado pela quadrilha. Após transferirem a carga para o caminhão, os bandidos abandonaram o veículo e a vítima na BR-101, deixando o motorista amarrado do carro", explicou coordenador da operação, delegado Hildemar.


roubo carga itabaiana rodovias

 

Instantes após a consumação do crime, os policiais localizaram o caminhão nas imediações de Arauá. Os criminosos ainda esboçaram uma fuga e tentaram atropelar os policiais com o caminhão, porém foram contidos pelos agentes. Na cabine do caminhão os policiais encontraram um revólver calibre 38 municiado, balaclavas (capuz), lanternas, lacres plásticos usados para amarrar as vítimas, chaves e outros instrumentos utilizados para roubar cargas, além de dinheiro e outros pertences roubados minutos antes.


roubo cargas itabaiana rodovias


"No momento da abordagem foi apresentado aos policiais um documento (CRLV) que os presos afirmaram ser do caminhão em que estavam, porém os dados constantes no documento não conferem com as informações constantes na base de dados do DENATRAN, indicando que o veículo provavelmente é clonado, podendo ter sido furtado ou roubado", salientou o delegado.


Após a prisão, os policiais foram até o local onde a vítima foi abandonada, próximo ao povoado Piçarreira, porém não encontraram mais o motorista, que foi localizado num posto de combustíveis em Umbaúba. A vítima e os presos foram conduzidos ao COPE, onde os assaltantes foram autuados por roubo majorado, associação criminosa, porte ilegal de arma de fogo e uso de documento falso.


Atuação do bando

Nos últimos seis meses a polícia sergipana vem investigando a atuação da organização criminosa em várias rodovias do país, especialmente, SE, BA e MG. "Os autores abordavam as vítimas em pátios de postos de combustíveis, no momento em que os motoristas estavam dormindo ou se preparavam para se deitar. Na maioria dos casos, pelo menos dois dos presos participavam da abordagem, sendo que enquanto um quebrava o vidro do caminhão e rendia a vítima com o revólver, os demais posicionavam lanternas no rosto dos motoristas para dificultar sua visão", destacou o diretor do COPE, delegado Jonathas Evangelista.


roubo cargas itabaiana rodovias roubo cargas itabaiana rodovias


Ainda segundo o delegado, após subtrair os veículos das vítimas, os autores seguiam para um local predeterminado. Além das cargas, também foram roubados pneus, combustível e outros equipamentos do veículo, como chaves, rádio, antenas, baterias etc. "Caso encontrasse algum caminhão vazio, a quadrilha roubava os pneus, combustíveis e outros equipamentos", disse Jonathas.


Após os roubos, as vítimas eram abandonadas amarradas dentro dos caminhões ou das carrocerias (baú), enquanto que as cargas roubadas eram levadas para Itabaiana e Lagarto, onde eram vendidas. O delegado Hildemar confirmou que que Paulo César e Carlos Augusto são moradores de Itabaiana e José Augusto reside em Lagarto. "Em Sergipe a associação criminosa foi responsável por vários roubos em Sergipe, quando foram subtraídas cargas de móveis, colchões, eletrodomésticos, cereais, pneus etc.", explicou.


Antecedentes


Paulo e José Augusto têm antecedentes criminais e atualmente estão sendo processados pela prática dos crimes de roubo de cargas, formação de quadrilha e porte ilegal de arma. Eles foram presos em Minas Gerais e Bahia, respectivamente. "No caso específico de Paulo César, destaca-se que além dele, seus dois filhos, ambos falecidos (vítimas de homicídios), já tinham sido presos com ele roubando cargas e pneus em rodovias do país", destacou o delegado Hildemar.


Durante a operação foram apreendidas as mercadorias roubadas pelos acusados e parte dos produtos já foram restituídos as empresas prejudicadas. O caminhão utilizado pela quadrilha, por exemplo, encontra-se apreendido no COPE onde passará por exames periciais para constatar se é produto de furto ou roubo.


Receptadores


As investigações continuam em andamento para identificar e prender outros integrantes da quadrilha, receptadores e demais pessoas que colaboraram com os criminosos. Os delegados destacam que a quadrilha só foi desarticulada por meio de informações importantes repassadas pelo Disque Denúncia (181).


FONTE: Portal da SSP/SE - (Fotos: Reinaldo Gasparoni/SSP-SE)

 

Da redação:
Mais Notícias
Comentários
Gilson de Oliveira - mais notícias
2007 - 2017 Gilson de Oliveira, mais notícia
Desenvolvido por Anderson Silva