Ótica Perfil

Polícia Federal impede sepultamento de homem morto em suposto confronto policial

NOVA PERÍCIA | 16.10.2014 às 21:23h

Poço Verde 

(Foto: Caçadores de Notícias/WhatsApp)

 

Por volta das 15 horas desta quinta-feira, dia 16, quando a família se preparava para enterrar o cadáver de José Augusto Aurelino Batista, 42 anos, a Polícia Federal chegou à residência da vítima e por determinação do Ministério da Justiça, a pedido da Divisão dos Direitos Humanos, o corpo foi levado de volta ao Instituto Médico Legal Dr. Augusto César Leite, na capital sergipana, para exame pericial de residuo gráfico do corpo da vítima. José Augusto tinha custódia federal, por isso a Polícia Federal foi convocada para fazer a perícia. 

 

Poço Verde


José Augusto foi morto na madrugada de quarta-feira, dia 15, dentro de sua residência na cidade de Poço Verde, região Sul de Sergipe, em suposto confronto com policiais. O homem era apontado pela polícia como líder de um grupo de extermínio que atuava no município Poçoverdense.


José Augusto morrreu no sofá da sala ao lado de uma filha de 04 anos e da esposa. Segundo à polícia teria reagido ao cumprimento de um mandado de prisão por crime de homicídio contra um adolescente dentro de uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) quando o mesmo socorrido após ter sido ferido por arma de fogo.

 

Poço Verde Poço Verde 

(Fotos: Gilson de Oliveira/Mais Notícias)


Durante a ação policial foi derrubado o portão principal da residência, portas de vidro foram quebradas e a sala onde o suspeito se encontrava foi toda revirada. A família da vítima desmente as informações da polícia de que houve reação do suspeito no momento da abordagem e também garante que não existia nenhuma arma com ele.


DA REDAÇÃO: Gilson de Oliveira, Mais Notícias

Da redação:
Mais Notícias
Comentários
Gilson de Oliveira - mais notícias
2007 - 2018 Gilson de Oliveira, mais notícia
Desenvolvido por Anderson Silva