Ótica Perfil

Dois assassinatos são registrados em um intervalo de 20 minutos

VIOLÊNCIA NA CIDADE SERRANA | 10.10.2014 às 18:53h

Em um intervalo de 20 minutos duas pessoas foram assassinadas a tiros na cidade de Itabaiana, no Agreste Sergipano, na tarde desta sexta-feira, dia 10.


Assassinato 

(FotoMais Notícias/WhatsApp)


A primeira ocorrência foi registrada por volta 17h40mim na Avenida Padre Airton Gonçalves Lima, no Bairro São Cristóvão, e a vítima foi identificada como Erinaldo Santos Vasconcelos, 41 anos.


assassinato 

(FotoMais Notícias/WhatsApp)


Natural de Ribeirópolis (SE), ele estava morando no Bairro Moita Formosa, periferia de Itabaiana, e era conhecido como Erinho.


O homem andava pela localidade quando foi surpreendo por um indivíduo portando uma arma de fogo e em seguida efetuou os disparos.


O homicídio ocorreu na calçada da residência de número 186 e de acordo com relato de testemunhas, a vítima estava portando uma pistola na cintura, no entanto, a arma não foi localizada pela polícia.


Assassinato 

(FotoMais Notícias/WhatsApp)


No momento em que uma guarnição do 3.º Batalhão de Polícia Militar (3.º BPM) chegava a informação do segundo assassinato na Rua José Filadelfo de Araújo, no Bairro Eucalipto e teve como vítima o autônomo Carlos Alberto dos Santos, conhecido como Queixo, 42 anos. O crime ocorreu às 17 horas em frente à casa de número 1335 pertencente a familiares da vítima.


Assassinato 

(Foto: Mais Notícias/WhatsApp)


Carlos Alberto trafegava em um ciclomotor Shineray, modelo Jet, quando foi alvejado com diversos tiros de pistola 9mm. Os criminosos seguiram o homem em um veículo não identificado por populares. A vítima caiu em via pública, enquanto o ciclomotor ficou na calçada da residência.

 

"Queixo" tinha cinco filhos e a mulher está grávida de gêmeos, inclusive ela passou mal, teve de ser socorrida e encaminhada para o Hospital Regional de Itabaiana Dr. Pedro Garcia Moreno Filho.


Nos dois casos o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi acionado, mas ao chegarem aos locais dos crimes os paramédicos constataram que as vítimas já estão sem os sinais vitais.


DA REDAÇÃO: Gilson de Oliveira, Mais Notícias

 

Da redação:
Mais Notícias
Comentários
Gilson de Oliveira - mais notícias
2007 - 2017 Gilson de Oliveira, mais notícia
Desenvolvido por Anderson Silva