Ótica Perfil

Em protesto as constantes mortes por acidentes de trânsito populares interditam a BR-235

EM ITABAIANA (SE) | 10.10.2014 às 12:29h

Devido aos constantes acidentes fatais na BR-235, entre o trecho que compreende os bairros Riacho Doce e Queimadas, na periferia de Itabaiana (SE), populares resolveram promover uma manifestação e fecharam o local, na altura do Km 54, queimando pneus e interditando a via com pedaços de madeira, paralelepípedos e outros objetos.

 

BR-235 br-235


Por cerca de três horas a rodovia ficou fechada nos dois sentidos e a única opção dos motoristas foi a Avenida Zefinha de Capitulino, no Bairro Porto, para não ficar retido na rodovia.


A manifestação ocorreu em virtude do acidente que vitimou a técnica em enfermagem Maria Ivonete de Jesus, 45 anos, e sua filha, a estudante Joana Darc de Jesus Ramos, 15 anos. As duas trafegavam em um ciclomotor quando foram atingidas por um caminhão Ford, modelo Cargo 1317e (Tipo Baú), licenciado em Arapiraca/AL.


Com o impacto, as vítimas foram arremessadas ao solo e Maria Ivonete morreu na hora, enquanto a adolescente Joana Darc foi socorrida por uma equipe da Unidade de Suporte Avançado (USA) do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), e depois de ser entuba foi encaminhada para o Hospital de Urgência de Sergipe (HUSE), na capital sergipana, mas não resistiu aos ferimentos.


Outro acidente foi registrado no mesmo local no dia 13 de setembro e vitimou a senhora Lenira Santos Lima. Ela era passageira de um veículo Fiat, modelo Uno, com placas de Itabaiana (SE). O carro foi atingido transversalmente por um veículo Volkswagen, modelo Amarok, licenciado em Minas Gerais, e com o impacto, a mulher também acabou falecendo na rodovia.


Por causa do grande número de acidentes no trecho, moradores da localidade planejam novas manifestações se o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte em Sergipe (Dnit/SE) não atender as reivindicações de construção de redutores de velocidade e passarela entre o Bairro Riacho Doce e o acesso para o Bairro Porto.


DA REDAÇÃO: Gilson de Oliveira, Mais Notícias

Da redação:
Mais Notícias
Comentários
Gilson de Oliveira - mais notícias
2007 - 2018 Gilson de Oliveira, mais notícia
Desenvolvido por Anderson Silva