Ótica Perfil

Corpo do ex-deputado federal Pedrinho Valadares chega à Aracaju

ACIDENTE AÉREO | 17.08.2014 às 06:18h

Debaixo de uma forte chuva o avião Hércules, da Força Aérea Brasileira, pousou no Aeroporto Santa Maria, a 01h44 da madrugada deste domingo, dia 17, trazendo de São Paulo os restos mortais do ex-deputado Federal Pedrinho Valadares.

 

Aracaju 

(Foto: Fredson Navarro/G1)


Depois de ser retirado do avião, o corpo foi levado em um carro do Corpo de Bombeiros para o Cemitério Colina da Saudade, no Bairro Jabotiana, onde está sendo velado. Já o sepultamento está previsto para acontecer às 16 horas.


A aeronave deixou a base aérea na capital paulista ainda na noite de sábado, dia 16, e fez uma parada em Recife (PE), para deixar os corpos de Eduardo Campos, candidato à Presidência da República pelo PSB, do assessor Carlos Augusto Leal Filho (Percol), do fotógrafo Alexandre Severo e do cinegrafista Marcelo Lyra, ambas as vítimas de acidente aéreo na última quarta-feira, dia 13, na cidade de Santos, no litoral paulista, onde o presidenciável cumpriria uma agenda política no Guarujá. No acidente ainda morreram, os pilotos Geraldo da Cunha e Marcos Martins.

 

Pedrinho Valadares 

(Foto: Fredson Navarro/G1)


A chegada do corpo de Pedrinho Valadares à capital sergipana foi acompanhada por amigos e familiares, entre eles, a esposa Simone Valadares, promotora de Justiça do Estado do Maranhão, e dos dois filhos.


Carreira política


Natural de Simão Dias (SE), Pedro Almeida Valadares Neto exerceu três mandatos de Deputado Federal por Sergipe e uma suplência. Ele também desempenhou as funções de assessor parlamentar, consultor técnico-administrativo do Governo de Sergipe, secretário-geral da Prefeitura Municipal de Simão Dias e Secretário de Turismo do Estado do Sergipe. Atualmente, Pedrinho Valadares fazia parte da coordenadoria de campanha do candidato Eduardo Campos.


AVISO:
BASEADO NA LEI DOS "DIREITOS AUTORAIS" É EXPRESSAMENTE PROÍBIDA A REPRODUÇÃO TOTAL OU PARCIAL DESTE E OUTROS ARTIGOS SEM OS DEVIDOS CRÉDITOS DO SEU AUTOR.

Da redação:
Mais Notícias
Comentários
Gilson de Oliveira - mais notícias
2007 - 2017 Gilson de Oliveira, mais notícia
Desenvolvido por Anderson Silva