Ótica Perfil

Polícia prende homem suspeito de diversos crimes de homicídio no interior sergipano

MANDADO DE PRISÃO | 05.06.2014 às 14:02h

Fonte: Portal da SSP/SE

 

A Coordenadoria de Polícia Civil do Interior (Copci) prendeu na última segunda-feira, 2, nas dependências do Hospital de Urgência de Sergipe (HUSE), o ex-presidiário José Augusto Aurelino Batista, 41 anos. A prisão foi em cumprimento a um mandado de prisão preventiva expedido pela Vara Criminal da Comarca do município de Poço Verde.


Sergipe


Segundo o coordenador operacional da Copci, Zé Augusto, como é conhecido, estava em liberdade desde o mês de dezembro do ano passado. Ele é acusado de liderar um grupo de extermínio que atua na cidade de Poço Verde. "Desta vez, ele teve a prisão decretada por influenciar diretamente no andamento dos processos judiciais, atentando contra a vida de testemunhas e vítimas", destacou o coordenador.


O delegado lembra que Zé Augusto estava no hospital aguardando um parente que iria passar por uma intervenção médica. Ele não resistiu a prisão.


Homicídios


José Augusto foi preso pela primeira vez no mês de abril de 2013. Na oportunidade, ele já era apontado como o líder de um grupo de extermínio que vinha atuando na cidade de Poço Verde e que tinha cometido pelo menos 13 assassinatos. Na oportunidade, o delegado Everton Santos, que na época coordenava a Copci, informou que todas as vítimas do bando tinham passagem pela polícia.


Zé Augusto protagonizou uma cena de pura ousadia na literatura policial de Sergipe ao fugir para o Estado do Pará e de lá conceder uma entrevista a uma rádio de Aracaju. O delegado Everton Santos entrou ao vivo no programa e disse não falaria com criminoso no ar, porém deixou um aviso: "é questão de honra para a Polícia Civil prender esse rapaz onde quer que ele esteja". 72 horas depois da entrevista ele foi detido na cidade paraense de Paragominas, a 300 quilômetros da capital Belém (PA). Dias depois, Zé Augusto foi preso e apresentado na Superintendência da Polícia Civil.


"Todos os 13 processos de homicídios estão em andamento na Justiça, mas além desses casos ele também figura na lista de suspeitas de pelo menos mais quatro homicídios na região, totalizando 17 crimes", disse Francisco.


Levantamentos da época apontavam que o executor sempre chegava de motocicleta encapuzado ou de capacete e assassinava as vítimas com arma de fogo. O assassino apontado pelas testemunhas tinha as características físicas de José Augusto. Ele nega as acusações e só assume um homicídio, que segundo ele, praticou há 22 anos na cidade de Poço Verde.


Ousadia


Em uma das execuções, o pistoleiro abordou uma viatura do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e após ordenar que as equipes de saúde se retirassem do veículo, dominou um homem que estava sendo atendido, após ser baleado, e o executou em plena rodovia.


Morte de PM


José Augusto foi preso em 2003 também por conta de um mandado de prisão preventiva por sentença condenatória relativa à morte de um aluno do Curso de Formação de Soldado da PM de Sergipe, registrado no mês de janeiro de 2003. Por esse crime ele foi condenado há 20 anos de reclusão. Zé Augusto deverá ser transferido novamente para os presídios de Sergipe.


PC de SE prende no Pará envolvido com mortes em Poço Verde

Da redação:
Mais Notícias
Comentários
Gilson de Oliveira - mais notícias
2007 - 2018 Gilson de Oliveira, mais notícia
Desenvolvido por Anderson Silva