Ótica Perfil

Por falta de provas justiça liberta jovem que se encontrava preso há 40 dias

INOCENTADO | 04.04.2014 às 08:46h

Inocente

 

Após permanecer 40 dias preso sob suspeita por crime de homicídio o jovem Erivaldo de Jesus, conhecido com Erinho, 23 anos, ganhou a liberdade por volta das 13 horas de quinta-feira, dia 03, concedida pela justiça do Estado de Sergipe.


Erinaldo de Jesus foi preso, juntamente com José de Jesus Santos, conhecido 'Zé Preto', 43 anos, por policiais da Coordenadoria de Polícia Civil do Interior (Copci) apontados como suspeito do homicídio contra o ex-presidiário Nivaldo dos Santos, conhecido como 'Funga', ocorrido no dia 14 de novembro do ano passado, no bairro Porto, em Itabaiana.


A justiça concedeu o Habeas Corpus atendendo uma solicitação da delegada Michelle Araújo, responsável pelo Setor de Homicídios e Proteção à pessoas e coordenadora da Delegacia Regional de Polícia Civil de Itabaiana (SE), que comprou mediante investigação a não participação do jovem no assassinato do ex-presidiário.


Através de provas constituídas pelo advogado contratado pela família foi constatado, inclusive com vídeo de um circuito interno de câmeras, que no momento em que ocorreu o crime Erivaldo de Jesus se encontrava trabalhando em um ponto de taxi no centro da cidade de Itabaiana.


"Zé Preto" e "Erinho" foram presos pela Polícia Civil como sendo respectivamente, mandante e autor dos tiros que mataram Nivaldo dos Santos.


Após ganhar a liberdade Erivaldo de Jesus retornou para sua residência no povoado Cajaíba, zona rural de Itabaiana, onde foi recebido com festa pela família e amigos.

 

Inocente

 

A justiça também concedeu a soltura a José de Jesus Santos.


AVISO:
BASEADO NA LEI DOS "DIREITOS AUTORAIS" É EXPRESSAMENTE PROÍBIDA A REPRODUÇÃO TOTAL OU PARCIAL DESTE E OUTROS ARTIGOS SEM OS DEVIDOS CRÉDITOS DO SEU AUTOR.

Da redação:
Mais Notícias
Comentários
Gilson de Oliveira - mais notícias
2007 - 2018 Gilson de Oliveira, mais notícia
Desenvolvido por Anderson Silva