Ótica Perfil

Hospital desmente notícia divulgada sobre a morte do presidiário “Chapéu de Couro”

A QUEM INTERESSA | 27.02.2014 às 15:52h

A veiculação na imprensa do Estado de Sergipe sobre a morte do presidiário Maurício Novaes Guedes, conhecido como "Chapéu de Couro", 72 anos, foi desmentida pela Assessoria de Comunicação do Hospital São Lucas, em Aracaju (SE).


Segundo a nota da unidade hospitalar, a informação da morte de Chapéu de Couro teria sido passada para a imprensa por um funcionário do hospital de maneira equivocada.


De acordo ainda com a assessoria do Hospital São Lucas, o presidiário Maurício Guedes permanece internado e agentes do Grupo Especial de Operações Prisionais (GEOP) estão fazendo a escolta do enfermo.


"Chapéu de Couro" foi encaminhado do Complexo Penitenciário Antônio Jacinto Filho (Compajaf), no bairro Santa Maria, em Aracaju (SE), para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital São Lucas na manhã da última segunda-feira, dia 24, após sofrer um Acidente Vascular Cerebral (AVC). Ele também é portador de câncer na próstata, diabetes e hipertensão.


Maurício Guedes estava recolhido na unidade prisional desde agosto do ano passado, quando foi preso durante a "Operação Valquíria".

 

internado

 


Natural do Estado de Alagoas, Maurício Novaes Guedes já foi condenado acusado de ser um dos principais envolvidos em crimes de pistolagem nos Estados alagoano e sergipano. Ele já cumpria pena nos Presídios de Nossa Senhora da Glória e Areia Branca e após ganhar o direito a liberdade, passou a residir em Itabaiana (SE).


AVISO:
BASEADO NA LEI DOS "DIREITOS AUTORAIS" É EXPRESSAMENTE PROÍBIDA A REPRODUÇÃO TOTAL OU PARCIAL DESTE E OUTROS ARTIGOS SEM OS DEVIDOS CRÉDITOS DO SEU AUTOR.

comentários

WhatsApp: (79) 99977.1266
Email: gilsondeoliveira@gilsondeoliveira.com.br
Gilson de Oliveira - mais notícias
2007 - 2020 Gilson de Oliveira, mais notícia
Desenvolvido por Anderson Silva