Ótica Perfil

Suspeitos de matarem ex-presidiário são presos na cidade de Itabaiana

INVESTIGAÇÃO | 26.02.2014 às 18:11h

Policiais da Coordenadoria de Polícia Civil do Interior (Copci) prenderam na terça-feira, dia 25, na cidade de Itabaiana, dois homens acusados de matarem um rapaz que estava com uma filha de três anos no colo.

 

presos

(Foto: Ascom/SSP)

 

Os suspeitos presos são José de Jesus Santos, conhecido 'Zé Preto', 43 anos, e Erivaldo de Jesus, 22 anos, são suspeitos de assassinar com disparos de arma de fogo Nivaldo dos Santos, conhecido como 'Funga'.


O homicídio ocorreu por volta das 15 horas do dia 14 de novembro do ano passado, no bairro Porto, na cidade serrana. As investigações mostraram que os acusados chegaram de motocicleta e armados à residência da vítima e encontraram-na sentada na calçada com uma criança de três anos no colo. "Nivaldo afastou a criança e iniciou uma luta corporal, mas acabou sendo atingido por um terceiro suspeito, ainda não identificado, com um tiro nas costas, vindo a óbito ainda no local", destacou.


O delegado Cristiano Barreto, coordenador em exercício da Copci, aponta que a origem do crime estaria em uma negociação malsucedida de duas motonetas Shineray. "Nivaldo vendeu as duas motonetas roubadas a Zé Preto, mas tempos depois em uma operação da Delegacia Regional de Itabaiana as motocicletas foram recuperadas. A partir dessa apreensão, o comerciante Zé Preto exigiu que Nivaldo lhe devolvesse todo o dinheiro pago, o que nunca foi feito", disse.


Como o negócio não foi desfeito, Zé Preto contratou Erivaldo de Jesus e mais um terceiro homem para matar seu desafeto. "No mesmo dia do crime, Zé Preto foi nas proximidades da casa da vítima em um veículo Cross Fox, vermelho, com os dois suspeitos, que estavam em uma motocicleta azul e apontou quem era o homem que deveria ser morto", destacou Cristiano.


O delegado ressalta que José de Jesus sabia que as duas motocicletas eram roubadas. Ele, por sua vez, nega, mas revela que pagou cerca de R$ 4.500,00 pelas duas motonetas. Erivaldo e José de Jesus não têm passagens pela polícia, ao contrário da vítima que tinha histórico criminal por assaltos e receptação de veículos roubados.


A Polícia Civil se concentra agora na captura do terceiro envolvido no crime e que, segundo as investigações, seria o homem responsável pelo tiro que tirou a vida de Nivaldo. Informações poderão ser repassadas pelo Disque Denúncia 181.


FONTE: SSP/SE

Da redação:
Mais Notícias
Comentários
Gilson de Oliveira - mais notícias
2007 - 2017 Gilson de Oliveira, mais notícia
Desenvolvido por Anderson Silva