Ótica Perfil

PM flagra suspeitos de roubo de celular e encontra vítima por meio do WhatsApp

1ª DELEGACIA METROPOLITANA | 13.02.2014 às 16:35h

Na primeira situação, o efetivo da 3ª Cia/ 1º BPCom foi interpelado por um jovem, na Avenida Marieta Leite, que informava que o seu celular tinha sido roubado por dois homens. A guarnição realizou rondas no conjunto Leite Neto e encontrou os suspeitos numa praça. A dupla foi reconhecida e flagrada com sete celulares, resultado de outros roubos cometidos na região.

 

Os jovens foram identificados como José Batista Cruz, de 18 anos, e um adolescente. Ao final, a polícia conduziu os envolvidos à 1ª Delegacia Metropolitana para a adoção das providências cabíveis. Na segunda ocorrência, policiais da Subunidade militar estavam no conjunto Médici e observaram dois homens com as mesmas características de dois suspeitos de estariam realizando constantes roubos de celulares na localidade, segundo moradores da região.

 

A dupla seguia em duas bicicletas e, durante a abordagem, constatou-se que um dos suspeitos estava com uma faca e outro com um aparelho celular. Durante a ação, o policial militar observou que o aparelho estava recebendo diversas mensagens pelo aplicativo WhatsApp, então o PM iniciou uma conversa com um dos contatos, informando que era policial militar e solicitando que a dona do aparelho mantivesse contato com ele.

 

Instantes depois, a proprietária do celular ligou, confirmando que dois homens com as características dos suspeitos abordados tinham acabado de roubá-la. No decorrer da ação, constatou-se que um dos jovens é adolescente e o outro se trata de Júnior dos Santos, que estava foragido da justiça, pois cumpria pena por homicídio e não retornou ao presídio quando recebeu o indulto natalino. Ao final, a vítima e os seus pais acompanharam a polícia e os autores à 1ª Delegacia de Polícia para a adoção das providências cabíveis.

 

PM/SE.

comentários

WhatsApp: (79) 99977.1266
Email: gilsondeoliveira@gilsondeoliveira.com.br
Gilson de Oliveira - mais notícias
2007 - 2020 Gilson de Oliveira, mais notícia
Desenvolvido por Anderson Silva