Ótica Perfil

Motocicleta roubada em Lagarto é recuperada em Macambira

DENÚNCIA | 25.01.2014 às 10:12h

assalto

 

Após uma denúncia anônima, policiais lotados no 1.º Pelotão da 1ª. Cia do 3.º Batalhão, sediado em Campo do Brito (SE), conseguiram recuperar uma motocicleta Honda, modelo Bros, que havia sido roubada no povoado Jenipapo, zona rural de Lagarto.


De acordo com as informações passadas para a polícia, o veículo de duas rodas estava circulando em Campo do Brito em poder de um homem de prenome Romeu, morador do povoado Sobrado, município de Macambira (SE).


Diante da denúncia, a guarnição composta pelo subtenente Melo e o soldado Paulo César, se dirigiu ao referido povoado e através de informações de moradores da localidade chegaram à residência da genitora do suspeito, onde a mesma revelou que o filho se encontrava trabalhando na cidade de Itabaiana (SE).


Por não encontrar o homem denunciado, os militares resolveram deixar com a senhora um número de telefone para contato e quando estavam retornando para Campo do Brito receberam uma ligação de uma pessoa que se identificou como sendo Romeu, dizendo que havia comprado a motocicleta como se fosse de Leilão e não sabia que a mesma era roubada.


Durante a conversa o homem prometeu entregar o veículo no Pelotão da PM em Campo do Brito no dia seguinte, porém, por volta das 6 horas da manhã de quarta-feira, dia 22, ele voltou a entrar em contato com os policiais informando que havia deixado motocicleta em um posto de combustível, em Macambira, e que estava disposto esclarecer os fatos.

 

roubo

 


Imediatamente os policiais se deslocaram à cidade de Macambira e chegando lá o veículo de duas rodas foi encontrado, no entanto, o homem não se encontrava no local. Em seguida foi feita uma verificação na moto quando foi constatado que o chassi da mesma estava coma numeração picotada e que a numeração do motor havia sido arrancada.


A motocicleta foi recolhida para o Pelotão da PM de Campo do Brito e por volta das 14h30min a senhora Gleide Selma dos Santos compareceu à sede da Polícia Militar informando que havia tomado conhecimento da apreensão do veículo. A mulher reconheceu a motocicleta como sendo de sua propriedade e contou também que a mesma fora tomada de assalto no final de 2013, inclusive ao fazer o reconhecimento ela apresentou aos policiais a chave reserva que tinha a mesma numeração da chave que se encontrava no veículo no momento da apreensão.


A motocicleta estava circulando com a placa NVM-3086, entretanto, policiais descobriram que a identificação verdadeira era NVN-4352/SE.


O caso foi encaminhado a Delegacia Municipal de Campo do Brito para serem tomadas as providências cabíveis.


AVISO:
BASEADO NA LEI DOS "DIREITOS AUTORAIS" É EXPRESSAMENTE PROÍBIDA A REPRODUÇÃO TOTAL OU PARCIAL DESTE E OUTROS ARTIGOS SEM OS DEVIDOS CRÉDITOS DO SEU AUTOR.

Da redação:
Mais Notícias
Comentários
Gilson de Oliveira - mais notícias
2007 - 2018 Gilson de Oliveira, mais notícia
Desenvolvido por Anderson Silva