Ótica Perfil

Cheque encontrado com jovens mortos em Indiaroba pertencia a ex-presidiário executado em Umbaúba

INVESTIGAÇÃO | 16.01.2014 às 10:47h

execução

(Foto: Cléo Meneses)

 

No final da tarde de quarta-feira, dia 15, o ex-presidiário José Carlos Camilo dos Santos, 34 anos, foi morto com vários tiros de revólver no município de Umbaúba, na região Sul do Estado de Sergipe.


A vítima era conhecida como "Prefeito" e se encontrava em um restaurante às margens da BR-101 quando foi abordado por dois homens em uma motocicleta e em seguida, efetuaram os disparos. Sem chance de reação, José Carlos morreu dentro do estabelecimento, enquanto os autores do crime fugiram com destino ainda ignorado pela polícia.


De acordo com as primeiras investigações policiais, José Carlos era o dono do cheque no valor de R$ 50 mil (Cinquenta mil) encontrado na carteira porta-cédulas de um dos jovens de Itabaiana executados na segunda-feira, dia 13, à noite na Colônia Sergipe, em Indiaroba (SE).

 

 

morto morto ferido

 


Segundo informações de familiares, André Nunes de Jesus, 24 anos, Mateus da Costa Nascimento, 22 anos, e Márcio Vasconcelos, 28 anos, saíram de Itabaiana, no Agreste Sergipano, em um automóvel, modelo Gol, com destino ao município de Indiaroba com objetivo de cobrar uma dívida e no retorno foram surpreendido por ocupantes de um veículo, modelo Corsa.

 

 

metralhado

(Foto: Cléo Meneses)

 


O carro ocupado pelos jovens itabaianenses foi perfurado a tiros e após serem alvejados pelos disparos, Matheus da Costa morreu dentro do veículo e André Nunes faleceu ao ser conduzido para o hospital da cidade de Umbaúba, enquanto Márcio Vasconcelos foi socorrido e conduzido para a mesma unidade hospitalar, depois transferido para o Hospital de Urgência de Sergipe (HUSE), em Aracaju, onde se recupera dos ferimentos provocados por arma de fogo.


"Prefeito" já havia sido preso em uma operação policial que investigava assassinatos, tráfico de drogas e armas, contrabando e roubo de cargas na região Sul de Sergipe.


De acordo com informações da polícia, durante as investigações foi atribuída a ele a chefia da quadrilha, uma vez que era de sua responsabilidade a escolha dos alvos. Ele também era suspeito de injetar armas contrabandeadas para dos Estados da Bahia, Sergipe e Alagoas, inclusive à época, foi encontrada em seu poder, uma pistola Zhang 9 mm, de fabricação chinesa.


José Carlos Camilo dos Santos era morador de Arauá, também na região Sul de Sergipe.


AVISO:
BASEADO NA LEI DOS "DIREITOS AUTORAIS" É EXPRESSAMENTE PROÍBIDA A REPRODUÇÃO TOTAL OU PARCIAL DESTE E OUTROS ARTIGOS SEM OS DEVIDOS CRÉDITOS DO SEU AUTOR.

comentários

WhatsApp: (79) 99977.1266
Email: gilsondeoliveira@gilsondeoliveira.com.br
Gilson de Oliveira - mais notícias
2007 - 2020 Gilson de Oliveira, mais notícia
Desenvolvido por Anderson Silva