Ótica Perfil

2013: Ano marcado por tragédia, fatalidade e homicídios

ITABAIANA (SE) | 01.01.2014 às 20:44h

Apesar da redução no número de assassinatos registrados no município de Itabaiana, no Agreste de Sergipe, o ano de 2013 ficou marcado com quatro vidas ceifadas de uma só vez em acidente de trânsito na Rodovia Estadual Francisco Teles de Mendonça, pela morte de uma criança com pouco mais de um ano afogada em um balde com água e a morte de jovens em conflito com a lei durante confronto com a polícia.


Durante 2013 foi registrado um total de 43 homicídios. Mesmo com um número considerado alto houve uma redução de aproximadamente 30% em relação ao ano de 2012 quando foram contabilizados 64 assassinatos.

 

 

assassinato

 


O mês mais violento de 2013 foi maio com seis hoimicídios, seguido de março, abril, novembro e dezembro com cinco. Nos meses de junho e julho foram registradas quatro mortes, em cada um. Em setembro aconteceram três assassinatos, enquanto quatro mortes ocorreram em janeiro e fevereiro, sendo dois em cada mês. Já os meses menos violentos foram agosto e outubro com apenas um homicídio para cada mês.

 

acidente

 


Em janeiro a polícia registrou a morte do jovem Keoma Oliveira dos Santos, 23 anos. Ele foi encontrado morto ao lado de uma motocicleta em frente à residência de número 574 na Rua Capitão Mendes, no centro da cidade.


Havia suspeita de assassinato, porém a hipótese foi descartada através de Laudo Pericial realizado pelo Instituto Médico Legal Dr. Augusto Leite, em Aracaju, após o corpo ser exumado para exame de Nitrato de resíduo de pólvora com autorização da justiça.

 

tiros tiros

 


O mês de fevereiro foi marcado pelas mortes de Jeferson de Souza Melo, conhecido como "Perobo", 17 anos, e Cleverton Dias de Souza, conhecido como Kevinho ou Diabo Loiro, 19 anos.


Os jovens eram envolvidos com drogas e homicídios e morreram no bairro Bananeira na madrugada do dia 27 em confronto com a polícia.


No mês de março, outras pessoas em conflito com a lei também morreram em operação policial.


O primeiro caso ocorreu no povoado Rio das Pedras, zona rural de Itabaiana, quando o ex-presidiário José Adeilson dos Passos Oliveira reagiu à prisão e acabou sendo morto. Ele era envolvido com drogas e assaltos.


Já os jovens José Evânio Teles de Góis, conhecido como "Topinho", 25 anos, e Fabiano de Jesus Santos, conhecido com "Carne no Olho", 22 anos, morreram no município de Carira, sertão sergipano, após fugirem de Itabaiana e serem perseguidos por policiais civis.


As vítimas moravam no povoado Caraíbas, zona rural de Itabaiana, e tinham envolvimento em crimes de roubo e homicídios.

 

tiros

 


Em julho, mais precisamente na tarde de quarta-feira, dia 17, a cidade de Itabaiana foi destaque na imprensa do Estado com a morte de Luciano de Jesus, conhecido como Lulinha, 23 anos.


O jovem era procurado pela polícia por envolvimento em diversos crimes de homicídio na cidade serrana e morreu dentro da residência da mãe, localizada à Rua José Sizino de Almeida com Francisco Olivieira, em operação desenvolvida por agentes civis da Delegacia Regional de Itabaiana.


De acordo com a polícia, Lulinha era suspeito de ter executado pelos menos oitos pessoas num período aproximado de um ano. Na casa onde o jovem foi morto os policiais encontraram uma lista contendo os nomes de 20 pessoas marcadas para morrer, inclusive um policial civil, lotado na cidade de Itabaiana.


Os crimes eram praticados por encomenda ao valor a partir de R$ 300,00 (Trezentos Reais) ou por vingança contra pessoas inimigas.


O mês de julho também ficou marcado pela morte da criança Alícia Oliveira de Souza, de apenas 1 ano e 3 meses. A menina passava o dia com a avó no bairro Campo Grande, periferia da cidade, uma vez que a mãe trabalhava, e próximo ao horário do almoço do dia 19, ela foi encontrada morta dentro de um balde com água no quintal da residência.

 

mortes

 


Já o mês de outubro ficou marcado com a morte do casal Daniela Santos Rodrigues, 26 anos, e Marcelo Lima Calixto, 30 anos.


A jovem vivia um relacionamento conturbado e foi sequestrada pelo companheiro após uma discussão na residência do casal à Rua Antônio José da Costa, em Itabaiana (SE). Na fuga, o carro colidiu frontalmente com uma caminhonete Toyota, modelo Hilux, na BR-235, na altura do povoado Cafuz, em Laranjeiras, e eles morreram na hora.


O condutor da Pick Up, que morava em Paulo Afonso (BA), faleceu dias depois no Hospital de Urgência de Sergipe (HUSE), em Aracaju. A mulher do motorista sobreviveu ao acidente.

 

acidente

 


Outro fato que abalou a cidade de Itabaiana em 2013 foram as mortes de quatro jovens na tarde de 14 de dezembro na Rodovia Estadual Francisco Teles de Mendonça, próximo ao matadouro municipal.


As vítimas estavam em uma caminhonete Toyota, modelo Hilux, e deixavam a sede do município com destino a um balneário no povoado Cajueiro quando um caminhão Mercedes Benz, modelo 1518, desgovernado colidiu frontalmente.


Os jovens Roberto Santos Carvalho, 18 anos; Jéssica Trindade Souza, 16 anos; Lucas dos Santos Barbosa, 16 anos, e Weverton André Cruz de Jesus, 17 anos, morreram no local do acidente.


O homem que dirigia o caminhão trabalhava como carregador e descarregador, e não era habilitado. Ele estava acompanhado do carona identificado como Luiz Carlos dos Santos, 33 anos, e pegou o carro sem autorização do proprietário.


Identificado pelo Departamento de Delitos de Trânsito da Delegacia Regional de Itabaiana (SE) pelo prenome de Edson e conhecido pela alcunha de "Nininho", ele foi indiciado por crime doloso, uma vez que o indivíduo assumiu os riscos de que poderia provocar mortes.


AVISO:
BASEADO NA LEI DOS "DIREITOS AUTORAIS" É EXPRESSAMENTE PROÍBIDA A REPRODUÇÃO TOTAL OU PARCIAL DESTE E OUTROS ARTIGOS SEM OS DEVIDOS CRÉDITOS DO SEU AUTOR.

comentários

WhatsApp: (79) 99977.1266
Email: gilsondeoliveira@gilsondeoliveira.com.br
Gilson de Oliveira - mais notícias
2007 - 2020 Gilson de Oliveira, mais notícia
Desenvolvido por Anderson Silva