Ótica Perfil

Polícia Civil desarticula quadrilha de traficantes no Sertão do Estado

ENTORPECENTES | 28.11.2013 às 20:04h

A Polícia Civil de Sergipe desencadeou na madrugada de quarta-feira, a 27, a operação "Carna sem Pó" nas cidades de Nossa Senhora da Glória, Canindé do São Francisco e Ribeirópolis. A operação recebeu esse nome em referência a festa do "Carna Forró" que acontece em Nossa Senhora da Glória no próximo dia 1.º de dezembro.

 


traficantes

 

 

Foram presos José Everton de Santana Santos, o 'Vertinho'; Eduardo de Souza Santos, o 'Dudu'; Alexandre Feitosa dos Santos, o 'Chumbrega'; Artur Breno Souza Santana, o 'Gordinho'; João Paulo Silva, José Alisson Conceição Moura, o 'Alisson'; Natanael de Almeida, o 'Natan'; Robson Santos Ribeiro, o 'Robinho', e Alisson Nascimento dos Anjos Lima, conhecido como 'Tieta'. Todos de classe média e suspeitos de traficarem no Sertão do Estado.


Segundo o delegado Hugo Leonardo, a quadrilha é formada majoritariamente por jovens de classe média da cidade e que eram liderados por José Wilson Tobias de Oliveira, o 'Júnior Bomba'. "Júnior mantinha uma forte parceria com Eduardo de Souza Santos, o 'Dudu', porém brigaram pela posse de drogas e tornaram-se inimigos", explicou Leonardo.

 


homicidio

 

 

Júnior Bomba foi morto no último sábado, dia 23, com cinco tiros na cabeça no bairro Siqueira Campos, em Aracaju. Hugo Leonardo explica que ele era o maior distribuidor varejista de cocaína na cidade de Glória e cidades vizinhas e pode ter sido morto por fornecedores de drogas da Grande Aracaju.


As investigações mostraram que Vertinho armazenava cocaína para Júnior Bomba e também revendia o produto, função que também era exercida por Robinho, Chumbrega, Natan, Arthur, José Alisson e Chocolate.

 


traficantes

 

 

Dudu passou a trabalhar com João Paulo da Silva na venda de cocaína e passou a ser concorrente direto de Júnior Bomba. A fim de eliminar os concorrentes, Júnior decidiu matar seus antigos comparsas. No dia 25 de outubro, Júnior Bomba usou o veículo Corolla, de cor preta, de Everton de Santana Santos, o 'Vertinho' para armar uma emboscada na cidade de Nossa Senhora Aparecida contra Dudu e João Paulo.


Os dois escaparam, mas João Paulo acabou sendo atingido por três disparos de arma de fogo na perna. "Júnior Bomba foi o autor do homicídio de Otávio Costa de Oliveira, conhecido como 'Chocolate', crime ocorrido no dia 14 de agosto deste ano, na rua Alto da Glória. Ele foi morto com vários tiros de pistola calibre 380 porque passou a dever dinheiro de drogas a ele. Novamente Júnior usou o Corolla de Vertinho para cometer o crime", disse o delegado.


Com a quadrilha foi apreendida 11 ampolas de cocaína em poder de Dudu e seis tabletes de maconha prensada prontas para a revenda em poder de Natan. No decorrer das investigações foram realizadas diversas apreensões de drogas relacionadas a membros da associação criminosa.


A quadrilha começou a ser investigada em junho deste ano pelo delegado Antônio Francisco, na época delegado regional de Glória, após a equipe policial apreender 80 cápsulas de cocaína com Vertinho. Em julho, foram encontradas mais 21 ampolas da mesma droga com Chumbrega. Pouco tempo depois, Natan também foi preso por tráfico de drogas ao ser surpreendido com seis cápsulas de cocaína e uma "bucha" de maconha, mas já estava em liberdade concedida pela Justiça.


Todos os envolvidos serão indiciados pelos crimes de tráfico de drogas com penas previstas entre 5 a 15 anos, associação para o tráfico (3 a 10 anos) e corrupção de menores (1 a 4 anos), tendo em vista que um adolescente participava da quadrilha.


O delegado Hugo Leonardo esclarece que embora a quadrilha tenha sido desarticulada, as investigações vão continuar a fim de identificar e prender os fornecedores desta quadrilha. "Demos um passo importante para levar paz aos municípios do sertão, pois constatamos que assim que Dudu soube da morte de Júnior Bomba ele e seus comparsas fizeram festa em um bar da cidade, disparando vários tiros para o alto", contou Leonardo.


A Operação "Carna Sem Pó" foi desencadeada pelas Delegacias de Nossa Senhora da Glória, Aparecida, Monte Alegre, Canindé do São Francisco e Porto da Folha, além de apoio do Grupamento Especial de Repressão e Buscas (Gerb).

FONTE: SSP/SE

 

comentários

WhatsApp: (79) 99977.1266
Email: gilsondeoliveira@gilsondeoliveira.com.br
Gilson de Oliveira - mais notícias
2007 - 2019 Gilson de Oliveira, mais notícia
Desenvolvido por Anderson Silva