Ótica Perfil

Itabaiana ultrapassa a marca de 30 dias sem registro de homicídio

TRANQUILIDADE | 18.08.2013 às 06:35h

De acordo com levantamento da Delegacia Regional de Itabaiana o município serrano do Agreste de Sergipe completou 30 dias sem registro de homicídio.


O último assassinato ocorreu no povoado São José, zona rural de Itabaiana, após o idoso José Vieira dos Santos, 64 anos, ser agredido com tacos e bolas de sinuca durante desentendimento em um bar e morreu no Hospital de Urgência de Sergipe (HUSE), em Aracaju, no dia 18 de julho.


A vítima era conhecida como Zé de Apolônio e residia com a esposa e filhos no povoado Rio das Pedras, também na zona rural do mesmo município.


Durante os últimos sete meses de 2013 foram registrados até o momento 28 assassinatos, sendo 2 em janeiro; 2 no mês de fevereiro; 5 em março; outros cinco em abril; 6 em maio; no mês de junho ocorreram quatro homicídios e em julho também foram assassinadas 4 pessoas.


Nos meses de fevereiro e julho deste ano quatro jovens também foram mortos durante operação da Polícia Civil, no entanto, os casos não entram na estatísca de homicídios.


Na madrugada do dia 27 de fevereiro morreram em troca de tiros com a polícia, Jeferson de Souza Melo, conhecido como "Perobo", 17 anos, e Cleverton Dias de Souza, conhecido como Kevinho ou Diabo Loiro, 19 anos. A ação policial ocorreu no bairro Bananeira, periferia de Itabaiana, em uma residência localizada à Rua José Nunes Mendonça, de propriedade da avó de um dos mortos.


Já na madrugada do dia 08 de março foi morto o ex-presidiário José Adeilson dos Passos Oliveira. O caso aconteceu no povoado Rio das Pedras, zona rural de Itabaiana, quando os policiais procuravam o suspeito de crimes de roubo e tráfico de drogas e foram recebidos a tiros.


A quarta morte em confronto com a polícia ocorreu no dia 17 de julho e a vítima foi Luciano de Jesus, conhecido como Lulinha, 23 anos. Ele era suspeito pela autoria de vários crimes de homicídios praticados no município serrano do Agreste Sergipano, inclusive na casa foi encontrada uma lista contendo os nomes de 20 pessoas marcadas para morrer, dentre eles um policial civil, lotado na Delegacia Regional de Itabaiana.

 

No mesmo período de 2012 aconteceram 31 homicídios, sendo que as maiores incidências foram registradas em janeiro (4), maio (7), junho (8) e julho (7).

 

AVISO:
BASEADO NA LEI DOS "DIREITOS AUTORAIS" É EXPRESSAMENTE PROÍBIDA A REPRODUÇÃO TOTAL OU PARCIAL DESTE E OUTROS ARTIGOS SEM OS DEVIDOS CRÉDITOS DO SEU AUTOR.

Da redação:
Mais Notícias
Comentários
Gilson de Oliveira - mais notícias
2007 - 2017 Gilson de Oliveira, mais notícia
Desenvolvido por Anderson Silva