Ótica Perfil

Presos de Areia Branca serão benefiados pela justiça sergipana

| 21.10.2008 às 10:40h

Na próxima semana, 120 internos que cumprem pena no Presídio de Areia Branca, no regime semi-aberto, serão beneficiados com a progressão para o regime aberto. Esse é o resultado de mais um mutirão realizado pela Vara de Execuções Criminais (VEC). Com as vagas abertas, outros 150 presos do regime fechado serão transferidos de outras unidades prisionais para cumprir pena no semi-aberto.

O mutirão que irá beneficiar esses internos vai ocorrer no dia 29. Os presos que passarão para o semi-aberto virão dos presídios Juiz Manoel Barbosa de Souza (Premabas), em Tobias Barreto; Senador Leite Neto, em Nossa Senhora da Glória; Complexo Penitenciário Manoel Carvalho Neto (Compecan), em São Cristóvão; e do regime fechado do presídio de Areia Branca.

A previsão da juíza Maria de Fátima Barros é que depois de Areia Branca, outros mutirões semelhantes sejam realizados nos demais presídios sergipanos. Na primeira semana do mês de novembro o mutirão será realizado no presídio de Glória e na terceira semana, em Tobias Barreto.

Novas vagas

Segundo a juíza, o objetivo dos mutirões é abrir vagas no sistema penitenciário, ao analisar individualmente os processos dos presos e constatar os que já têm direito à progressão de regime, liberdade condicional ou até mesmo extinção da pena.

No início de agosto, 10 internos do presídio de Tobias Barreto foram beneficiados com o livramento condicional e outros 44 tiveram progressão do regime fechado para o semi-aberto, depois da realização do mutirão feito pela Vara de Execuções Criminais e Defensoria Pública de Sergipe. No presídio de Nossa Senhora da Glória, 65 internos tiveram progressão de regime e foram transferidos para o Presídio de Areia Branca. Outros 15 internos conseguiram liberdade condicional ou extinção da pena.

No Presídio Estadual de Areia Branca foram 85 presos beneficiados, sendo que 60 deles conseguiram o direito a cumprir a pena em regime aberto. Os demais tiveram progressão do regime fechado para o semi-aberto. No Presídio Feminino ao todo foram 13 internas beneficiadas. Duas conseguiram livramento condicional, quatro progrediram para o regime semi-aberto e outras sete para o regime aberto.

Fonte: Jornal da Cidade

comentários

WhatsApp: (79) 99977.1266
Email: gilsondeoliveira@gilsondeoliveira.com.br
Gilson de Oliveira - mais notícias
2007 - 2020 Gilson de Oliveira, mais notícia
Desenvolvido por Anderson Silva