Ótica Perfil

Juiz determina bloqueio de conta da cantora Rita Lee

INDENIZAO | 07.08.2013 às 15:06h

A cantora Rita Lee, teve a sua conta no banco Itaú bloqueada por conta da indenização que terá que pagar a alguns policiais militares do estado de Sergipe.

 

Tudo começou quando no Verão Sergipe 2012, durante a apresentação que fez na cidade de Barra dos Coqueiros, Rita Lee agrediu verbalmente os policiais militares que estavam trabalhando no evento e ao tentaram reprimir o uso de entorpecentes próximo ao palco, a cantora acabou desacatando os policiais. À época, a roqueira acabou sendo ouvida em uma delegacia da capital sergipana e liberada em seguida.


A partir dai, os policiais militares, através do advogado Dr. Plínio Karlo, assessor juridico da AMESE, adentraram com ação de indenização por danos morais contra a cantora Rita Lee, que inicialmente foi julgada improcedente pelo juiz substituto do 7º Juizado Especial Civel da Comarca de Aracaju.


No ultimo dia 30 de Julho, O Supremo Tribunal Federal (STF), rejeitou sete (07) Recursos Extraordinários com Agravo impetrado pela cantora Rita Lee.


Na segunda-feira, dia 06, o advogado da Amese, Plínio Carlos Moraes Costa, foi comunicado da decisão do juiz substituto, Alexandre Magno de Oliveira Lins, que determinou o bloqueio de R$ 7.180,25, da agencia do Itaú-Unibanco, transformando assim o valor em penhora.


A defesa da cantora será comunicada da decisão e terá agora 15 dias para oferecer impugnação.


Fonte: Faxaju

Da redação:
Mais Notícias
Comentários
Gilson de Oliveira - mais notícias
2007 - 2017 Gilson de Oliveira, mais notícia
Desenvolvido por Anderson Silva