Ótica Perfil

Abandono no presídio de Areia Branca contribui para fuga de detentos

ESTOPIM | 22.07.2013 às 15:47h

peab

 

A situação de precariedade na Penitenciária Estadual de Areia Branca (Peab), localizada no Agreste Sergipano, se agrava a cada dia devido ao abandono em suas instalações.


Alambrados completamente destruídos, guaritas desativadas e deficiência na segurança, por conta do reduzido número de agentes penitenciários, são alguns exemplos constatados pela direção do Sindicato dos Agentes Penitenciários (Sindpen) e a situação se agravou na última sexta-feira, dia 19, quando 15 detentos escaparam pelo único portão ainda existente na área Coletiva 3.


De acordo com denúncia de Iran Alves, presidente do Sindpen, no momento da fuga apenas 4 agentes se encontravam no plantão para uma população carcerária de 451 presos, ou seja, um agente penitenciário para 112 presos.


Após ser constatada a fuga dois agentes empreenderam diligências e logo em seguida conseguiram recapturar Márcio Ferreira dos Santos, Ademário da Silva Martins, Diego Alves da Silva, Rubens Glauco Barbosa dos Santos e Hamilton Ribeiro de Oliveira. Dos cinco fugitivos recapturados, dois estavam em um bar às margens da BR-235, tomando cerveja.


Apesar do esforço e dedicação dos servidores, ainda permanecem foragidos os presos Carlos Alexandre Silva Nascimento, Marcos João dos Santos, Willames Lopes da Silva, Alderlan Fernandes da Silva, Jeová do Nascimento Correia, Ginaldo dos Santos, Jaílson de Oliveira Melo, José Oliveira dos Santos, Laércio Pereira dos Santos e Michael Douglas da Silva Santos.


AVISO:
BASEADO NA LEI DOS "DIREITOS AUTORAIS", É EXPRESSAMENTE PROIBIDA A REPRODUÇÃO TOTAL OU PARCIAL DESTE E OUTROS ARTIGOS SEM OS DEVIDOS CRÉDITOS DO SEU AUTOR.

comentários

WhatsApp: (79) 99977.1266
Email: gilsondeoliveira@gilsondeoliveira.com.br
Gilson de Oliveira - mais notícias
2007 - 2020 Gilson de Oliveira, mais notícia
Desenvolvido por Anderson Silva