Ótica Perfil

Jogador com passagem pelo sub-18 do Itabaiana é preso no Estado da Bahia

SUSPEITO | 16.07.2013 às 20:19h

estupro

 

O jogador de futebol Ednilson Santana de Moraes, conhecido como "DDI", 18 anos, foi preso no último domingo, dia 14, suspeito de ter estuprado uma adolescente de 16 anos.


De Acordo com informações da polícia, o caso ocorreu no dia 30 de junho quando ele invadiu a casa da menor no centro de Lauro de Freitas, na região metropolitana de Salvador (BA) e praticou o crime.


A prisão do suspeito foi efetuada pela Polícia Militar, depois de ser reconhecido pela própria adolescente, no momento em que ele passava nas imediações de sua residência. De imediato, a jovem ligou para a polícia e comunicou a localização do jogador.


Ednilson Santana de Moraes jogou pela equipe de juniores da Associação Olímpica de Itabaiana este ano durante o Campeonato Sergipano da categoria.


O suspeito foi preso em cumprimento a mandado de prisão expedido pela Vara criminal de Lauro de Freitas e foi indiciado por estupro e roubo, uma vez que após praticar o crime ele levou um celular e mais R$ 4,00 pertencentes à vítima.


Após a divulgação da prisão do jogador pela imprensa a direção da Associação Olímpica de Itabaiana publicou uma nota oficial em seu site.


Leia na íntegra a nota de esclarecimento


O Departamento de Futebol da Associação Olímpica de Itabaiana lamenta o problema de ordem pessoal envolvendo o jogador Ednilson Santana (DDI), e aproveita para informar que o mesmo não possui qualquer vínculo empregatício com o Clube, portanto, não é jogador do Itabaiana como foi divulgado por alguns setores da imprensa baiana e sergipana.


O jovem de 18 anos participou da conquista do vice-campeonato na categoria sub-18 deste ano e, em seguida foi liberado pelo Clube.


AVISO:
Baseado na lei dos "Direitos Autorais" é expressamente proíbida a reprodução total ou parcial deste e outros artigos sem os devidos créditos do seu autor.

Da redação:
Mais Notícias
Comentários
Gilson de Oliveira - mais notícias
2007 - 2017 Gilson de Oliveira, mais notícia
Desenvolvido por Anderson Silva