Ótica Perfil

Suspeitos de explodirem caixas eletrônicos de agências bancárias em Sergipe são apresentados pela SSP

QUADRILHA | 19.05.2013 às 07:34h

Na manhã da última sexta-feira, dia 17, a Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP) e a Polícia Rodoviária Federal (PRF) apresentaram os três suspeitos de arrombar caixas eletrônicos em agências bancárias dos Estados de Sergipe, Bahia e Mato Grosso. Eles foram presos no KM 27 da BR-235, em Areia Branca, no final da tarde de quarta-feira, dia 15, durante uma blitz de rotina da Polícia Rodoviária Federal.


Os suspeitos trafegavam em veiculo Ford, modelo Fiesta, com placas da Bahia, e dentro do carro os policiais encontraram um maçarico, cilindro de oxigênio, botijão de gás, luvas, três mochilas com roupas, aparelhos de telefones celulares, equipamentos de comunicação portáteis, lona e outras ferramentas. Na revista ao automóvel ainda foram encontrandos escondidos nas portas, duas pistolas, sendo uma ponto 380 e outra 9 mm, além de carregadores e munições intactas.

suspeitos_quadrilha_caixas_eletronicos_g


O trio foi identificado com Sérgio Meneguel, conhecido como "Xuxa", 45 anos; o técnico em eletrônica, Sebastião Alberto Dias de Assis, 24 anos, e Reginaldo Valentim Miranda, 29 anos, suspeitos de explodirem caixas eletrônicos de agências bancárias nas cidades de Cristinápolis, Campo do Brito, São Domingos e Lagarto.


De acordo com a polícia, a última ação da quadrilha no Estado de Sergipe ocorreu na cidade de Cristinápolis quando o trio explodiu os cashs da agência do Banco do Brasil, entretanto, não obtiveram êxito, uma vez que não conseguiram levar o dinheiro.


Após a prisão dos suspeitos, a Polícia Civil de Sergipe descobriu que Sebastião Alberto e Reginaldo Valentim moravam em Cuiabá, capital do Moto Grosso, e só viajam ao Nordeste quando eram convidados por Sérgio Meneguel para explodir caixas eletrônicos no interior de Sergipe.


A dupla sempre saia de Mato Grosso de avião até o aeroporto de Salvador, onde era recepcionada por "Xuxa". Em seguida, pernoitava em pousadas antes de praticar as ações criminosas. A polícia sergipana também descobriu que Sérgio Meneguel foi preso em 2011 Feira de Santana, no Estado da Bahia.


A polícia continua trabalhando nas investigações, uma vez que um quarto integrante da quadrilha, identificado pelo prenome de Tiago, encontra-se foragido.


AVISO:
Baseado na lei dos "Direitos Autorais" é expressamente proíbida a reprodução total ou parcial deste e outros artigos sem os devidos créditos do seu autor.

comentários

WhatsApp: (79) 99977.1266
Email: gilsondeoliveira@gilsondeoliveira.com.br
Gilson de Oliveira - mais notícias
2007 - 2020 Gilson de Oliveira, mais notícia
Desenvolvido por Anderson Silva