Quarta, 07 de dezembro de 2016
Itabaiana-SE, Mín: 23ºC | Máx: 30ºC

Indivíduos de Itabaiana envolvidos com a criminalidade morrem em confronto com a Polícia Civil

COMBATE AO CRIME | 08.03.2013 às 18:04h

Integrantes de quadrilha, investigados desde dezembro do ano passado, e elemento com passagem pelo sistema prisional do Estado, morreram na noite de quinta-feira, dia 07, durante operação desenvolvida por agentes civis dos Setores de Homicídios e Proteção à Pessoa, Roubos, Furtos e Defraudações e de Entorpecentes, coordenados pelos delegados Dernival Elói e Fábio Pimentel e pela delegada Viviane Jardim.

 

jaba_morto_p

 

A operação iniciou-se no povoado Rio das Pedras, zona rural de Itabaiana, quando os policiais procuravam o ex-presidiário José Adeilson dos Passos Oliveira e foram recebidos a tiros. No confronto, José Adeilson foi alvejado e mesmo sendo encaminhado ao Hospital Regional Dr. Pedro Garcia Moreno Filho.

 

operacao_pc_itab_p

 

Natural de Itabaiana, ele já havia cumprido pena por crime de roubo e estava envolvido com o tráfico de drogas, inclusive na residência a polícia encontrou grande quantidade de cocaína, além de duas ampolas da droga e crack embalado para a venda. Um revolver calibre 38 com duas munições deflagradas também foi apreendido na casa do ex-presidiário. Cinco parentes do morto foram conduzidos à delegacia.

 

carne_no_olho_p  topinho_morto_p

 

As outras duas mortes ocorreram no município de Carira, sertão sergipano, após José Ivânio Teles de Góis, conhecido como "Topinho", 25 anos, e Fabiano de Jesus Santos, conhecido com "Carne no Olho", 22 anos, se confrontaram com os policiais.


Com eles foram encontrados dois revólveres, calibre 38, e para fugir do cerco policial foi usado um veículo Fiat, modelo Uno.


Os dois eram moradores do povoado Caraíbas, zona rural de Itabaiana, e eram envolvidos em crimes de roubo e homicídios, e de acordo com denúncias recebidas pela polícia, eles estavam agindo na comunidade onde residiam e povoados circunvizinhos.


José Ivânio e Fabiano agiam juntamente com um elemento conhecido como "Rafinha", morador do povoado Bastião, e "Saruê" do bairro Bananeira. Ambos se encontram presos em penitenciárias do Estado.


Mesmo com as mortes de Fabiano e José Ivânio e as prisões de Saruê e Rafinha, a polícia tenta agora localizar o paradeiro de Ângelo Vieira dos Santos, conhecido como "Anjinho". Ele também é acusado de crimes de homicídios e roubos na cidade serrana e faz parte da mesma quadrilha.

 

anjinho_foragido_p

 

De acordo com informações da polícia, "Anjinho" tem deficiência em uma das pernas e está foragido desde as prisões dos parceiros.


O Disk-Denúncia da Secretaria de Segurança Pública do Estado de Sergipe é 181.


AVISO:
Baseado na lei dos "Direitos Autorais" é expressamente proíbida a reprodução deste e outros artigos sem os devidos créditos do seu autor.

Da redação:
Mais Notícias
Comentários
Gilson de Oliveira - mais notícias
2007 - 2016 Gilson de Oliveira, mais notícia
Desenvolvido por Anderson Silva