Ótica Perfil

Polícia apresenta o suspeito de matar advogado de Ribeirópolis

| 26.08.2008 às 07:52h

A Polícia Civil de Sergipe já tem sob sua custódia o operário Roberto Carlos Caetano Santos, 26 anos, que é suspeito de matar com um tiro o advogado Wellington Noronha, 43 anos. O crime se deu na noite do dia 15 de agosto, na área rural de Laranjeiras, e Roberto foi localizado na tarde do sábado, dia 23, quando dirigia um carro entre as cidades de Nossa Senhora da Glória e Feira Nova. Com ele foi encontrado um revólver calibre 38, além de objetos da vítima, como um telefone celular e roupas.
Roberto Caetano foi localizado quando retornava de Feira Nova depois de visitar uma filha. Na tentativa de escapar do cerco policial Roberto Caetano efetuou um disparo contra uma das viaturas da polícia. A perseguição só foi encerrada quando duas equipes policiais cercaram e colidiram as viaturas contra o carro do acusado. Ainda segundo informações da polícia, o carro que estava em poder de Roberto Caetano era emprestado e ao ser detido, ele alegou que os objetos, encontrados em sua casa e no automóvel, foram dados a ele por um amigo.
Roberto Carlos Caetano Santos nasceu no Rio de Janeiro, mas sempre morou em Sergipe. O suspeito trabalhava como operador de máquinas numa empresa de construção civil em Aracaju. Mesmo sem uma confissão de Roberto Caetano, a Polícia Civil acredita no envolvimento dele no homicídio.
O advogado Wellington Noronha, 43 anos, desapareceu no início da noite do dia 15. O sumiço foi percebido depois que funcionários do Serviço de Arendimento Móvel de Urgência (Samu) encontraram um veículo Siena preto, placa IAH-1420, parado numa rodovia entre Nossa Senhora das Dores e Siriri com o pisca alerta ligado. Já o corpo foi encontrado por volta das 12h do sábado, dia 16, amarrado e com marcas de tortura num canavial do município de Laranjeiras.
Wellington Noronha era natural de Ribeirópolis e residia na capital sergipana.
Foto: Reinaldo Gasparoni/SSP
comentários

WhatsApp: (79) 99977.1266
Email: gilsondeoliveira@gilsondeoliveira.com.br
Gilson de Oliveira - mais notícias
2007 - 2020 Gilson de Oliveira, mais notícia
Desenvolvido por Anderson Silva