SOB CONTROLE: Rebelião em presídio é debelada pacificamente

APÓS 22 HORAS | 14.10.2012 às 18:24h

FONTE: SSP/SE

Após 22 horas, chegou ao fim neste domingo, dia 14, a rebelião no Presídio Senador Leite Neto (Preslen), em Nossa Senhora da Glória, distante 126 quilômetros de Aracaju. 


(Foto: Reprodução/Site da SSP)

Por volta de 11 horas os internos libertaram o agente prisional Nelson Inácio dos Santos, 54 anos, que era mantido refém desde a tarde do sábado, dia 13. Também deixaram a unidade os familiares dos custodiados, que estavam em visita no momento da ocorrência.

O Governo de Sergipe, por meio das secretarias da Segurança Pública (SSP) e da Justiça e de Defesa do Consumidor (Sejuc), que administra do Sistema Penitenciário do estado, mobilizou equipes de gerenciamento de crise e contenção e, após negociação com os rebelados, conseguiu restabelecer a ordem no complexo, que abriga atualmente 480 condenados.

A rebelião foi fruto de uma tentativa de fuga, frustrada. Houve disparo de arma de fogo por parte da segurança prisional e isso ocasionou toda a mobilização dos custodiados, que não conseguiram ter acesso a armas, mas danificaram instalações.

No momento da fuga, um interno foi ferido e teve que ser atendido as pressas no Hospital Regional de Nossa Senhora da Glória, sendo transferido para um hospital em Aracaju. Familiares dos amotinados que passaram mal também foram atendidos por equipes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu 192) e do Corpo de Bombeiros Militar.

Acompanharam todo o processo o secretário da Justiça, Benedito Figueiredo, e dos Direitos Humanos, Luiz Eduardo Oliva. Eles também ouviram pedidos dos internos a respeito de transferências e progressão de pena.

Por parte da SSP, foi mobilizado o efetivo do Grupamento Tático Aéreo, com um helicóptero, além de tropas especializadas da Polícia Militar, a exemplo do Comando de Operações Especiais (COE), Batalhão de Policiamento de Choque (BPChq) e Pelotão Especial de Policiamento em Área de Caatinga (Pepac).

Da redação:
Mais Notícias
Comentários
Gilson de Oliveira - mais notícias
2007 - 2017 Gilson de Oliveira, mais notícia
Desenvolvido por Anderson Silva