VIOLÊNCIA: Jovem é assassinado a tiros em bar de povoado de Itabaiana

HOMICÍDIO | 10.09.2012 às 09:53h

 
(Fotos: Marcos Nunes e Wendell da Silva)

Três amigos estavam bebendo em um bar, localizado às margens da Rodovia Francisco Teles de Mendonça, no povoado Cajueiro, município de Itabaiana (SE), quando foram surpreendidos por um elemento que chegou ao estabelecimento a pé e matou o jovem Diego Santos Bonfim, conhecido como Mocinho Mototaxi, 22 anos.

Inicialmente o indivíduo se dirigiu ao balcão para comprar uma carteira de cigarros, porém, ele comprou apenas um cigarro, uma vez que a atendente lhe informou que não havia mais carteira fechada. Em seguida, o desconhecido lhe entregou uma nota de R$ 2,00 (Dois Reais) e não esperou o troco.

De imediato, o criminoso foi de encontro aos amigos e apontou uma arma de fogo para Mocinho Mototaxi e efetuou um disparo. Desesperado, o mesmo correu e foi seguido pelo elemento e já na rodovia, a vítima foi alvejada com diversos tiros na cabeça. Junto ao corpo a polícia encontrou diversos estojos de pistola 380.

"Mocinho mototaxi" estava acompanhado de José Cláudio de Mendonça, conhecido como Costinha mototaxi, 33 anos, Carlos Alberto Góis Teixeira, 31 anos, e para não morrerem, eles fugiram, cada um para um lado diferente, no entanto, José Cláudio ainda foi alvejado por um segundo elemento que se encontrava a espera do comparsa próximo ao bar. Além dos tiros, José Cláudio também se feriu ao pular uma cerca de arame farpado. Ele foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e conduzido ao Hospital Regional Dr. Pedro Garcia Moreno Filho, em Itabaiana.

O fato ocorreu por volta das 7h30 da manhã desta segunda-feira, dia 10, e com Diego Santos Bonfim a polícia encontrou a importância de R$ 764, em espécie, e uma cápsula de cocaina.

O caso será investigado pelo Setor de Homicídios e Proteção à Pessoa da Delegacia Regional de Polícia Civil.

AVISO:
Baseado na lei dos "Direitos Autorais", é expressamente proíbida a reprodução deste e outros artigos sem os devidos créditos do seu autor.
Da redação:
Mais Notícias
Comentários
Gilson de Oliveira - mais notícias
2007 - 2017 Gilson de Oliveira, mais notícia
Desenvolvido por Anderson Silva