Ótica Perfil

INVESTIGAÇÃO: Suspeito pela morte de irmão de ex-deputado foge de delegacia

FUGA | 03.07.2012 às 11:43h
Durante a madrugada desta terça-feira, dia 03, quatro presos e um adolescente fugiram de duas celas da Delegacia Regional de Itabaiana, no entanto, a fuga só foi descoberta quando os agentes foram fazer a entrega do café.

De acordo com informações levantadas pelo delegado André Davi, os presos foram recolhidos para as suas respectivas celas pelo policial responsável pela chamada, logo após o jantar.

 

Para fugir os presos serraram as barras de ferro das celas e da área externa e em seguida pularam o muro da unidade policial.

Dentro das celas foram encontrados pedaços de serra e uma tereza, corda feita com lençóis.

Entre os fugitivos está Wagner Lima Carvalho, conhecido como “Múmia ou Oião”, 27anos, um dos suspeitos pela morte de Carlos Antônio da Cunha, conhecido como Carlinhos, 51 anos, irmão do ex-deputado federal Wilson Cunha (Gia). “Múmia ou Oião” foi preso no último dia 12 de junho na cidade de Areia Branca pelo serviço de inteligência da Polícia Civil de Sergipe, juntamente com policiais do Setor de Roubos da Delegacia Regional de Itabaiana, sob a coordenação dos delegados Hilton Duarte e André Davi.

Os demais fugitivos são:

Givaldir dos Santos,  conhecido como “Bactéria”, 34 anos, inclusive ele ameaçou cometer suicídio na área de banho de sol da delegacia no último dia 21. Ele está preso sob acusação de tráfico de drogas. Givaldir dos Santos saiu da penitenciária ao ser beneficiado com o indulto do feriado de Corpus Christi e foi preso na Rua Esperidião Noronha no último dia 10 depois de ser flagrado por agentes civis com 10 pedras de crack.

Abel Gomes Júnior (Preso sob acusação de furto);

Celso Lisboa Mariano (Preso por suspeita de homicídio). Ela matou a própria companheira em Canindé de São Francisco. Estava preso na Penitenciária Estadual de Areia Branca (Peab) e foi recapturado em Ribeirópolis (SE). Ele já havia fugido do sistema prisional do Estado por três vezes.

O outro fugitivo é o adolescente J. W. S. S., conhecido como Buchecha, 16 anos, um dos envolvidos na morte do senhor José Bispo Santos, conhecido como Zezito, ocorrido em março do ano passado no povoado no povoado Mangabeira, em Itabaiana (SE), quando a vítima foi enterrada viva.

AVISO:
Baseado na lei dos "Direitos Autorais", é expressamente proíbida a reprodução deste e outros artigos sem os devidos créditos do seu autor.
Da redação:
Mais Notícias
Comentários
Gilson de Oliveira - mais notícias
2007 - 2018 Gilson de Oliveira, mais notícia
Desenvolvido por Anderson Silva