Ótica Perfil

CRIME: Corpo do cabo da PM de Sergipe, assassinado em Alagoas, será enterrado na capital sergipana

INVESTIGAÇÃO | 02.06.2012 às 07:27h


(Foto: Reprodução/Portal da Polícia Militar)

O cabo da Polícia Militar de Sergipe, Ronildo Santos Alves, 43 anos, foi encontrado sem vida na madrugada de sexta-feira, dia 1º, em uma rodovia estadual do povoado Olhos D´Água do Casado, no Estado de Alagoas, com três perfurações provocadas de arma de fogo.


(Foto: Ítallo Timóteo/Portal Cada Minuto)

O policial havia viajado para Alagoas na companhia de um amigo quando foi surpreendido por bandidos armados. Seu corpo estava fora do veículo e de acordo com informações levantadas pela polícia alagoana, amigo do PM também saiu ferido durante a ação criminosa. Ele foi socorrido e depois conduzido para um hospital da região. O caso está sendo investigado por agentes da Polícia Civil de Arapiraca (AL).

Após o local do crime ter sido examinado pelos peritos do Instituto de Criminalística do Estado de Alagoas, o corpo do policial foi encaminhado para autópsia no Instituto Médico Legal de Arapiraca e seu sepultamento deve ocorrer na tarde deste sábado, dia 02, no Cemitério Santa Izabel, no conjunto Santo Antônio.

O cabo Ronildo Santos Alves era casado e pai de duas filhas, sendo uma 13 e outra de 18 anos de idade.

Histórico - O militar ingressou nos quadros da Polícia Militar de Sergipe em 1º de julho de 1992 e atualmente estava lotado na 2ª Companhia do 4º Batalhão de Polícia Militar (2ª Cia/4º BPM), no município de Aquidabã, tendo passagem pelo Batalhão de Polícia de Choque, Companhia de Polícia Rodoviária Estadual, 1ª Companhia do 8º Batalhão de Polícia Comunitária, Companhia de Policiamento Turístico e outras unidades da Corporação.

O site Cada Minuto traz outra versão para a morte do cabo da Polícia Militar de Sergipe.

Confira no link abaixo: PM de Sergipe morre e companheiro fica ferido ao tentar executar homem em Piranhas

AVISO:
Baseado na lei dos "Direitos Autorais", é expressamente proíbida a reprodução deste e outros artigos sem os devidos créditos do seu autor.
Da redação:
Mais Notícias
Comentários
Gilson de Oliveira - mais notícias
2007 - 2017 Gilson de Oliveira, mais notícia
Desenvolvido por Anderson Silva