Ótica Perfil

AÇÃO CRIMINOSA: Ex-presidiário é flagrado pela PM arrombando residências em Itabaiana

DE VOLTA ÀS GRADES | 16.05.2012 às 10:39h

Por volta da 6h30 da manhã desta quarta-feira, dia 16, o ex-presidiário Anderson de Jesus Celestino, conhecido como Andinho, 26 anos, foi preso por polícias militares após arrombar duas casas, sendo uma na Rua Anizio Amâncio de Oliveira e outra na Travessa Josué Menezes, ambas no bairro Campo Grande, em Itabaiana (SE).

 

Na primeira, o acusado arrombou o portão de entrada e ao adentrar a residência revirou três cômodos à procura de dinheiro. Insatisfeito por não encontrar nada, ele agrediu a dona da casa, uma senhora deficiente física de 76 anos, e o marido de 85 anos, quando o mesmo retornava para a residência após ter ido comprar leite para o café matinal.

O idoso ficou bastante manchado de sangue em consequência das agressões. Já a senhora teve de ser socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), uma vez que o seu sistema emocional ficou bastante alterado.

O acusado foi preso ao ser flagrado pela PM forçando a porta da segunda residência. Os moradores não se encontravam em casa. Ele foi imediatamente conduzido ao 3.º Batalhão de Polícia Militar (3.º BPM), uma vez que os moradores da localidade ficaram revoltados com as agressões sofridas pelos idosos.

Anderson estava em liberdade condicional, após cumprir aproximadamente 8 anos reclusão por crimes de roubo e furto, além de vários internamentos por atos infracionais.

Ele é filho da senhora Vanuzia de Jesus Celestino, 45 anos, que morreu na última segunda-feira, dia 14, depois de ingerir Temik 150, conhecido popularmente como Chumbinho, e seu corpo foi enterrado na manhã de terça-feira, dia 15. 

A prisão de Anderson Celestino foi efetuada pela guarnição composta pelo sgt Edvan e o cabo Figueiredo.

A ocorrência foi acompanhada por nossa equipe, inclusive sendo ameaçada pelo acusado durante a ação policial.   

AVISO:
Baseado na lei dos "Direitos Autorais", é expressamente proíbida a reprodução deste e outros artigos sem os devidos créditos do seu autor.

Da redação:
Mais Notícias
Comentários
Gilson de Oliveira - mais notícias
2007 - 2017 Gilson de Oliveira, mais notícia
Desenvolvido por Anderson Silva