Ótica Perfil

AÇÃO CRIMINOSA: Mulher é presa acusada de praticar furtos em residências na cidade de Itabaiana

A CASA CAIU | 04.05.2012 às 18:49h

Policiais da Delegacia de Atendimento a Grupos Vulneráveis (DAGV), sob o comando da delegada Heilliara Farias prenderam Rayssa Thayná de Almeida, 19 anos, quando a mesma se encontrava em um ponto de ônibus na Praça Etelvino Mendonça, centro de Itabaiana (SE).

Ela é acusada de praticar furtos em diversas residências na cidade serrana do agreste sergipano, de onde levava jóias e outros objetos. Sua última ação ocorreu nesta sexta-feira, dia 03, em uma residência, localizada na Rua 28 de agosto, no bairro denominado como Morumbi.

Após notarem que haviam sido furtados as vítimas saíram à procura da suspeita e momentos depois conseguiram localizá-la na Praça de Eventos a espera de um transporte. Imediatamente acionaram a polícia e ela foi conduzida à unidade policial, onde em sua bolsa foram encontrados os produtos do furto. Já na delegacia a acusada foi reconhecida por mais duas vítimas.

Rayssa Thayná é natural de Aracaju, mora no bairro Santa Maria, na capital sergipana, e suas ações criminosas eram sempre em residências com placas de venda ou aluguel, demonstrando interesse em comprar ou mesmo alugar o imóvel.

De forma planejada e bem arquitetada, ela se identificou para a primeira vítima como esposa de médico, pois estava interessada em montar um consultório na cidade. Na segunda ação, se apresentou como advogada e por último, se dizia esposa de um juiz.

Após conquistar a confiança dos proprietários, ela praticava os furtos, inclusive quase sempre pedia para usar o banheiro e depois saia da casa levando jóias e bijouterias, com a promessa de retornar no dia seguinte para fechar o negócio.      

De acordo com informações levantadas pela delegada Heilliara Farias, a acusada já responde na justiça de Aracaju há cerca de seis procedimentos por crimes de furto.

Em depoimento, Rayssa Thayná declarou que Itabaiana foi escolhida para  suas ações criminosas por se tratar na cidade do ouro.

AVISO:
Baseado na lei dos "Direitos Autorais", é expressamente proíbida a reprodução deste e outros artigos sem os devidos créditos do seu autor.
Da redação:
Mais Notícias
Comentários
Gilson de Oliveira - mais notícias
2007 - 2017 Gilson de Oliveira, mais notícia
Desenvolvido por Anderson Silva