Ótica Perfil

CRIME: Homem é preso no sertão sergipano acusado de matar a própria sobrinha

INVESTIGAÇÃO | 16.04.2012 às 23:55h
A jovem Rafaela Barbosa de Góis, 22 anos, saiu de Aracaju (SE), no último sábado, dia 14, onde trabalhava, com destino à cidade de Monte Alegre de Sergipe para visitar os familiares e desapareceu.

Depois de tomar conhecimento do fato policiais da delegacia local solicitaram o reforço do Pelotão da Caatinga para ajudar na localização da jovem com base nas informações passadas por familiares da mesma, inclusive com o nome de um dos principais suspeitos pelo seu desaparecimento.

Na delegacia, a mãe de Rafaela informou aos policiais o nome do suspeito e seu endereço. No local indicado a polícia encontrou José Barbosa de Góis, conhecido como “Rolinha”, 36 anos, e ao ser indagado sobre o desaparecimento da jovem, ele confessou que a mesma estava morta.

O suspeito pela autoria do crime levou os policiais até o corpo da vítima, que se encontrava em um matagal, localizado em uma fazenda no povoado casinhas, município de Graccho Cardoso (SE).

Após o corpo ser encontrado, José Barbosa revelou aos policiais que utilizou uma de arma de fogo para matar a sobrinha com tiro na nuca.
De acordo com informações passadas à polícia por familiares do suspeito, “Rolinha” ficou 16 anos sem contato com os parentes em Monte Alegre de Sergipe e havia retornando ao município há 7 meses após ser localizado por uma irmã para receber uma herança deixada pelo pai, que foi assassinado ano passado.

Segundo a polícia, durante o período em que retornou para sua terra natal, o suspeito manteve um relacionamento amoroso com a sobrinha e o crime foi praticado por ela se recusar a viajar com ele para o Estado do Mato Grosso.

José Barbosa combinou com a sobrinha de buscá-la em uma rodoviária da região, uma vez que ele havia solicitado que ela comprasse uma mala, pois pretendia viajar no próximo dia 22. Ao chegar no local combinado, ele conduziu a jovem em uma motocicleta para o povoado de Graccho Cardoso, e não para a casa de seus familiares no povoado Maravilha, em Monte Alegre de Sergipe.

Depois de cometer o crime, José Barbosa retornou ao terminal rodoviário onde pegou a mala com os pertences da vítima e seguiu para a casa dos parentes. Em seguida, ele queimou os objetos que pertenciam a jovem Rafaela, fato que levantou suspeita da mãe da moça no seu envolvimento no no desaparecimento da filha.   

José Barbosa também confessou aos policiais que antes de cometer o crime ele manteve relações com a vítima.

 

(Fotos: Pelotão da Caatinga)

AVISO:
Baseado na lei dos "Direitos Autorais", é expressamente proíbida a reprodução deste e outros artigos sem os devidos créditos do seu autor.
Da redação:
comentários

WhatsApp: (79) 99977.1266
Email: gilsondeoliveira@gilsondeoliveira.com.br
Gilson de Oliveira - mais notícias
2007 - 2018 Gilson de Oliveira, mais notícia
Desenvolvido por Anderson Silva