Ótica Perfil

Durante audiência, em Aracaju, Floro Calheiros passa mal

| 25.06.2008 às 22:38h

www.gilsondeoliveira.com.br

Há seis meses detido na carceragem da Delegacia Regional da Polícia Federal em Salvador, o empresário Floro Calheiros, acusado de três crimes em Sergipe, foi convocado na manhã desta quarta-feira, dia 25, para acompanhar o depoimento de três testemunhas sobre o crime do agiota Motinha. Visivelmente abatido, ele começou a chorar e passar mal assim que entrou na sala de audiência.

A juíza Iolanda Guimarães solicitou que a imprensa se retirasse do local e em seguida suspendeu a audiência. Após receber os primeiros socorros de uma equipe do SAMU, Floro Calheiros foi encaminhado ao Hospital da Polícia Militar, em Aracaju, onde permanece internado com anemia profundo e não previsão de alta.
Por determinação da juíza Floro Calheiros não mais retornarar para a prisão em Salvador, devendo ser transferido para o Complexo Penitenciário Dr. Manoel Carvalho Neto, em São Cristóvão.

Os advogados do empresário encaminharam ao Ministério Público um pedido de prisão domiciliar, enquanto isso, mma nova data para a audiência deve ser remarcada.
No Estado, Floro Calheiros é acusado dos assassinatos de João Vieira da Mota, o ‘Motinha’, em 1999, do deputado estadual Joaldo Barbosa em janeiro de 2003 e do roubo de urnas eleitorais durante as eleições de 1996 em Canindé do São Francisco.
Foto: reprodução
comentários

WhatsApp: (79) 99977.1266
Email: gilsondeoliveira@gilsondeoliveira.com.br
Gilson de Oliveira - mais notícias
2007 - 2020 Gilson de Oliveira, mais notícia
Desenvolvido por Anderson Silva