Ótica Perfil

MORTES: Itabaiana encerra 2011 com 53 assassinatos

RETROSPECTIVA | 31.12.2011 às 19:40h

O município de Itabaiana (SE) registrou durante o ano de 2011 o número de 53 assassinatos, sendo 50 homicídios e 3 latrocínios.
Em 45 mortes foram utilizadas armas de fogo, 6 por faca peixeira e duas por agressões.
O mês com maior número de crimes foi agosto, com um total de 10 e o menor foi junho com apenas 1.

Relembre os casos mês a mês

JANEIRO

O primeiro registro de assassinato em 2011 aconteceu no dia 07 às 20 horas na Rua D do conjunto Maria do Carmo Nascimento Alves.
A vítima foi Paulo Oliveira, conhecido por “Rocha do Bar”, 37 anos, que foi morto a tiros dentro do seu estabelecimento comercial na presença de um filho de apenas 09 anos de idade.

No dia 09 às 22 horas foi assassinado por arma de fogo o jovem Jonas Ribeiro Meneses, 20 anos. O crime aconteceu em um bar na fazenda de Renato, localizada no povoado Taperinha. A vítima residia no bairro Miguel Teles de Mendonça.

A terceira vítima do mês foi o vendedor de rifa José Rivaldo Cruz, conhecido por “Ronaldão”, 44 anos. Ele foi morto a golpes de faca por volta das 18h15 no dia 29, na Rua Monsenhor Mário de Oliveira Reis, no conjunto José Luiz da Conceição, ao lado da Igreja Nossa Senhora do Carmo.
A polícia indiciou José Francisco Nascimento, 69 anos, e Diego Rodrigues dos Santos Nascimento, 21 anos, respectivamente, pai e filho, como autores do crime. Os dois foram presos no dia 1º de fevereiro.

FEVEREIRO

Na manhã de sábado, dia 05, foi morto no conjunto Maria Coriza Bispo a morte de Adenilton Correa, conhecido por “Lampião”, 26 anos.
Ele trabalhava como mototaxista, residia à Rua Coronel Sebrão, tinha passagem pela polícia sob acusação de estupro e roubo e foi assassinado a tiros.
 
No dia 06 morreu no Hospital de Urgência de Sergipe (HUSE), em Aracaju (SE), o jovem Cristiano de Jesus, 20 anos, depois de ser ferido por arma de fogo na Rua Batista Itajaí, nas proximidades da Praça Etelvino Mendonça (Praça de Eventos), na noite de sexta-feira, dia 04.
Cristiano de Jesus era usuário de drogas e morava na Rua Francisco Bragança.

Na manhã do dia 14 foi encontrado dentro de um córrego, localizado entre os bairros São João e Bananeira, o corpo de José dos Santos, conhecido por “Perereca”, 33 anos, com sinais de agressões físicas. Ele era natural do município de Campo do Brito, mas residia à Rua Esperidião Noronha na cidade serrana.

No final da tarde do dia 22 foi encontrado em uma lagoa no povoado Serra da Tiririca, nas proximidades do povoado Terra Dura, com ferimentos provocados por arma de fogo o corpo de José Andrei dos Santos, conhecido como “Chocolate”, 31 anos.
A vítima era natural de Canindé de São Francisco (SE), morava na Rua Jean Carlos Santos Lima no bairro Porto, em Itabaiana (SE), e trabalhava como mototaxista, inclusive a sua motocicleta foi levada pelos criminosos.

MARÇO

O caminhoneiro Sidnei Nascimento da Silva, conhecido como "Magá Caminhoneiro", 34 anos, foi assassinado a tiros por volta das 09 horas do dia 08 no bar do Caminhoneiro localizado no cruzamento das Avenidas João Teixeira e Walter Franco.

No final da tarde do dia 12 o proprietário do Bar do Cargueiro, Josimar Pereira de Andrade, conhecido como “José”, 36 anos, foi morto a tiros no interior do estabelecimento na Rua Professor Lima Júnior esquina com Percílio Andrade.

Na manhã do dia 23, a idosa Maria de Lourdes dos Santos, 76 anos, morreu no Hospital Regional de Itabaiana Dr. Pedro Garcia Moreno Filho, depois de ter sido esfaqueada pelo próprio neto dentro de um taxi quando se deslocava do povoado Lagoa do Forno, onde residem, com destino à feira livre da cidade. 

ABRIL

Neste mês ocorreram duas mortes, sendo a primeira no dia 11 e teve como vítima José Bispo Santos, conhecido como “Zezito”. Ele foi encontrado às margens do Rio das Pedras, na localidade conhecida como Riacho dos Meios, no povoado Mangabeira, em avançado estado de decomposição, sendo que uma parte se encontrava enterrado e outra parte estava exposta ao tempo, e apresentava perfurações, provavelmente provocadas por arma de fogo.
“Zezito”, era natural de Frei Paulo, mas morava no referido povoado.

A segunda morte aconteceu no dia 22 quando o ex-presidiário José Júnior Santos Nunes, 27 anos, foi morto a tiros dentro de sua residência localizada à Rua Maria Luíza Mendonça.
José Júnior havia cumprido pena em uma das penitenciárias do Estado por crime de roubo.

MAIO

O maior número de assassinatos no primeiro semestre ocorreu neste mês, com um total de seis.

 

Por volta das 16h45 de quarta-feira, dia 4, em frente ao número 231 na antiga Rua José Osvaldo Tavares e atual Rua Heleno da Cunha Melo, foi a tiros o roteirista Alan Carlos Santos de Jesus, 25 anos.
Alan Carlos era filho do saudoso radialista José Carlos de Jesus, também conhecido como Carlinhos de Daniel. 
 
Já na noite do dia 08 foi assassinado por arma de fogo o jovem David Michel de Jesus, 25 anos.
O crime aconteceu em uma estrada vicinal do povoado Prensa, no entanto a vítima morava no povoado Sobrado, no mesmo município serrano.

No começo da noite do dia 13 a vítima foi a jovem Clécia de Aquino Meneses, 29 anos.
Ela foi morta a tiros na calçada da residência de número 866 na Rua Coronel José Ribeiro na presença da irmã quando as duas retornavam do trabalho.

No final da manhã do dia 20, Rivaldo Aquino Nascimento, 43 anos, foi morto a tiros no interior de uma loja de peças usadas para veículos, localizada às margens da BR-235.
Ele estava morando na cidade de Campo do Brito, usava o nome falso de Wadson de Souza Brandão e era foragido da delegacia de Ribeira do Pombal, no Estado da Bahia.

No dia 24 morria no Hospital de Urgência de Sergipe (HUSE), na capital sergipana, Nivaldo Lima da Cunha, 29 anos. Ele foi ferido por arma de fogo no dia 14 de abril e residia na Rua Francisco Oliveira.

O crime mais chocante do mês foi da adolescente Fernanda Teixeira de Andrade, 16 anos. Ela foi encontrada morta dentro de uma caixa de papelão na Rua Gumersindo de Oliveira, antiga Rua de Maraba, no bairro Bananeira na manhã do dia 30.
A jovem foi morta com 26 golpes de faca peixeira pela menor T.A.S., 15 anos, na noite do sábado, dia 28, dentro da residência da acusada.
O crime foi desvendado pela polícia no dia 03 de junho, culminando com a apreensão da adolescente infratora pela equipe do atual então delegado do Setor de Homicídios e Proteção à Pessoa, Francisco Gerlândio.

JUNHO

Neste mês foi regitrado apenas um assassinato, foi a morte do adolescente John Lennon Batista dos Santos, 18 anos. O jovem foi morto a tiros no conjunto Maria do Espírito Santo no bairro São Cristóvão, na noite do dia 23, véspera de São João.

JULHO

Neste mês foram registrados três duplos assassinatos. O primeiro aconteceu no final da noite do dia 02, quando durante a realização de uma seresta em um bar, localizado no conjunto Maria Coriza Bispo foram mortos a tiros Givaldo Alves da Mota, conhecido como “Manuê”, 33 anos, e Maria Ivani dos Santos, conhecida como “Totoca”, 31 anos.
Maria Ivani residia nas proximidades onde aconteceu o crime e era mãe de três filhos. Já Givaldo morava com os pais na Travessa José Sizino de Almeida.
Segundo a polícia, as vítimas morreram por engano, uma vez que Givaldo foi confundido com o irmão, um ex-presidiário. 
 

Na manhã do dia 07 foi morto por arma de fogo e golpes de faca o jovem Daniel Pinto de Oliveira, 21 anos. A vítima era natural do município de Malhador (SE), morava nos fundos da casa de número 171, na Rua Uruguai no bairro Açude Velho e o corpo foi abondonado dentro de um córrego que passa pelo terreno de Juvenal na estrada que dá acesso ao povoado Lagamar.
Daniel foi encontrado com as vísceras expostas e parcialmente degolado.

O segundo duplo assassinado do mês aconteceu no conjunto Maria do Carmo Nascimento Alves, bairro São Cristóvão, na noite do dia 10 no interior do “Bar do Beijo” quando  o casal Maria Joseildes dos Santos, 25 anos, e José Carlos dos Santos, conhecido como “Carlinhos”, foi assassinado a tiros.
Maria Joseildes era natural do município de Frei Paulo (SE) e mãe de quatro filhos, sendo que no momento do crime apenas uma criança de 6 anos se encontrava na casa.

Já na noite do dia 23 foi registrado o terceiro duplo assassinato do mês aconteceu em uma residência localizada na pracinha do conjunto Maria do Espírito Santo, tendo como vítimas, Carlos Henrique da Silva, 23 anos, que residia no conjunto Miguel Pedro de Mendonça, e José Aremir da Conceição, conhecido como “Arranheto”,  31 anos, que natural de Laranjeiras (SE), porém, morava na mesma localidade onde ocorreram os crimes.
Carlos Henrique morreu logo após ser alvejado por arma de fogo, enquanto José Aremir faleceu no dia 31, no Hospital de Urgência de Sergipe (HUSE), em Aracaju (SE). 
 
AGOSTO

O mês de agosto foi marcado pela chacina de quatro jovens dentro de uma residência no conjunto Francisco Teles de Mendonça. Foi também o mês com o maior número de mortes, num total de 10.

Depois de 12 dias internado no Hospital de Urgência de Sergipe (HUSE), em Aracaju (SE), morreu no dia 02, o mototaxista José Welington Nunes dos Santos, 32 anos.
Ele morava na Rua Abílio de Oliveira e foi alvejado por disparos de pistola calibre 380 na tarde do dia 22 de julho no Largo Santo Antônio, no centro da cidade.
José Welington tinha passagem pelo sistema prisional do Estado por roubos e crimes de homicídios.

Já na manhã no dia 08 aconteceu no interior da Cerâmica Santa Mônica, localizada no povoado Sambaíba, a morte do jovem Anderson Alves dos Santos, conhecido como “Papeira”, 20 anos.
A vítima foi atingida por arma de fogo pelo colega de trabalho Carlos André Oliveira de Jesus, conhecido como “Dedé”,  após uma discussão.
O acusado pela autoria de crime foi preso no dia 30 de setembro por agentes civis da Delegacia Regional de Itabaiana.

No dia 09 foram registrados dois assassinatos. O primeiro homicídio aconteceu por volta das 11h30 no povoado Carrilho e teve como vítima Josevaldo de Jesus, conhecido com “Mago”, 36 anos.
Ele foi socorrido, mas já chegou sem vida ao Hospital Regional Dr. Pedro Garcia Moreno Filho, após ser ferido por arma de fogo. Natural de Itaporanga D’Ajuda (SE), Josevaldo era pai de oito filhos.

A segunda morte ocorreu às 13 horas e a vítima foi Adevaldo Correia dos Santos, 39 anos, conhecido como “Do Brito, no entanto ele era natural do município de Carira (SE) e morava à Rua José Mesquita da Silveira. Ele morreu em via pública ao ser atingido por disparos de pistola 380. 

No sábado, dia 13, morreu no Hospital de Urgência de Sergipe (HUSE), em Aracaju (SE), o ex-presidiário José Adelmo de Souza, 34 anos.
Ele foi ferido por golpe de faca no pecoço no dia 11, quando se encontrava na lixeira do povoado Terra Dura, localizado entre os municípios sergipanos de Itabaiana e Ribeirópolis.
O acusado pela autoria do crime foi preso pela Polícia Civil e identificado como João Correia da Silva, 42 anos. Vítima e acusado tinha passagens pela polícia e o assassinato foi motivado por desavenças.

Já na noite do dia 15 foi morto no conjunto Maria Coriza Bispo o aposentado como Antônio Rodrigues de Souza, 58 anos.
O crime aconteceu na Rua C, casa de número 32, e a vítima foi atingida por arma de fogo nas costas e na cabeça.
A casa do idoso foi encontrada completamente revirada, o que levou a polícia a concluir que Antônio Rodrigues foi vítima de latrocínio, roubo seguido de morte.

O fato mais chocante do mês de agosto foi a chacina dos jovens Jéssica Prates dos Santos, 16 anos, Ana Paula dos Santos Moura, 14 anos, Mateus dos Santos Siqueira, 20 anos, e José Yuri Santos Bispo, 18 anos.
As vítimas moravam no bairro Coruja, conjunto Gilton Garcia, Rua José Monteiro de Lima e Praça São Luiz, respectivamente.
Os quatro jovens foram assassinados a tiros na noite do dia 16 na Rua “B” do conjunto Francisco Teles de Mendonça.
Segundo investigação da polícia, a chacina foi cometida por Márcio da Silva Santos, conhecido como "Márcio Tubaina", 25 anos, além de outros sete assassinatos ocorridos nos meses de julho e agosto. O acusado foi preso no dia 06 de setembro de 2011 em companhia de um adolescente de 16 anos, conhecido como Ninho.

SETEMBRO

O mês de setembro ficou marcado pela coincidência de três mortes perpetuadas em três sextas-feiras seguidas.

No dia 10 foi assassinado Fábio Andrade Teles, 33 anos. O crime aconteceu no final da tarde quando a vítima chegava em sua residência no povoado Serra em uma motocicleta.
Fábio Andrade foi morto a tiros na presença de um filho de 11 anos. Os demais crimes ocorreram nos dias 16, 23 e 30.

O primeiro as 20h30 na Rua José Antônio de Jesus, bairro Bananeira, e teve como vítima Cleverton de Jesus Santos, conhecido como “Ligeirinho”, 24 anos, morador da Rua Francisco Alves de Oliveira, na mesma localidade.
Cleverton de Jesus Santos era envolvido com drogas e roubos e foi executado na calçada de uma residência com disparos de pistola 380. 

O assassinato seguinte foi de Everton Silva de Menezes, 33 anos, conhecido como Gordo. O crime foi registrado 16h45 no interior do Posto Bel, localizado na Praça General João Pereira. A vítima foi alvejada por arma de fogo e estava acompanhada de uma irmã.
Everton Silva de Menezes tinha passagem pela polícia e era ligado a Cleverton de Jesus Santos, conhecido como “Ligeirinho”, morto uma semana antes.

Já o terceiro crime ocorreu, também por arma de fogo, por volta das 19 horas na Rua Joana da Anunciação Borges, no bairro Bananeira. A vítima foi o ex-presidiário Marcelo dos Santos, conhecido como “Fio”, 31 anos, que residia à Rua José Sizino de Almeida. Sua morte aconteceu 90 dias após ter deixado a penitenciária e ter cumprido pena de 7 anos.

OUTUBRO

No dia 1.º foi morto a tiros o adolescente Edjamisson Teles dos Santos, 16 anos. Ele foi encontrado por volta das 22 horas em uma estrada ao lado do antigo prédio do frango do assado, próximo às margens da rodovia João Paulo no sentido para o município de Campo do Brito (SE).
Próximo ao corpo estava um ciclomotor da marca Shineray, modelo XY50Q, de cor amarela, que ele conduzia, além de um revólver calibre 38.
O menor morava no bairro Açude Velho e tinha várias passagens pela polícia pela prática de atos infracionais.

Ferido por arma de fogo na madrugada do dia 09, Djalma Alves dos Santos, 39 anos, morreu na manhã de segunda-feira, dia 10, no Hospital de Urgência de Sergipe (HUSE), em Aracaju (SE).
Djalma residia na Rua São Domingos foi atingido por quatro tiros quando encontrava-se em um quiosque no calçadão da Avenida Dr. Airton Teles.
Ele foi casado com Lúcia Maria Alves Santiago, conhecida por Lucinha, que foi encontrada morta no dia 15 de outubro de 2009, embaixo da ponte do Rio Vaza-Barris no lado pertencente ao município de Lagarto (SE).

Ainda em outubro foi registrado o assassinato de Sidinei Lima Souza, conhecido como “Boió”, 24 anos. Ele trabalho como mototaxista e foi alvejado por disparos de pistola 380 na tarde do dia 21, na Rua Francisco Bragança, esquina com a Avenida Leandro Maciel, em Itabaiana (SE). Após ser atingido pelos tiros ele correu e caiu dentro do bar Santo Antônio.

NOVEMBRO

Jeferson Lima Mecena, 19 anos, foi assassinato por volta das 20h45 do dia 02, às margens da BR-235, em frente a uma revendedora de caminhões, no bairro Campo Grande.
O jovem foi morto a facadas na barriga, tórax, na garganta, no braço esquerdo e no pescoço pelas costas.
Natural de Itabaiana, Jeferson havia se mudado há pouco dias  para o bairro onde aconteceu o crime.

No dia 08 o ex-presidiário Josevaldo Meneses Santos, conhecido como “Saruê”, 36 anos, foi morto a tiros na pedreira do Rio das Pedras, localizado na Várzea das Cancelas.
Ele era natural de Campo do Brito, onde também residia, e tinha diversas passagens policiais por acusação de roubo.

Já na noite do dia 10 o o jovem Adaílson Santos Mota, 19 anos, foi vítima de latrocínio no calçadão da Avenida Dr. Airton Teles.
Ele foi alvejado com um tiro na garganta ao tentar impedir o roubo do seu ciclomotor.
O supeito pela morte do jovem foi identificado pela polícia como V.S.S., 17 anos, conhecido como "Pica-Pau". Ele foi apreendido por policiais do 3.º Batalhão de Polícia Militar cerca de uma hora e meia após o ato infrancional quando se dirigia para Areia Branca (SE) em um segundo ciclomotor roubado de uma jovem na Rua Campo do Brito, depois de abandonar o primeiro veículo roubado.

No dia 15 também aconteceu a morte do usuário de drogas, Solimar de Andrade Santos, conhecido como “Farofa”, 22 anos.
O crime foi praticado no final da tarde na Rua Francisco Alves de Oliveira, no bairro Bananeira.
Farofa era natural de Salvador (BA) e estava residindo com familiares no mesmo bairro onde aconteceu o assassinato. O crime foi motivado por dívidas com drogas.

No final da feira livre do sábado, dia 26, o foi morto a tiros o Marcone Alves dos Santos, conhecido como “Marconde”. Ele estava trabalhando na limpeza do Largo José do Prado Franco, quando foi alvejado no rosto por disparos de pistola 380. Ele morador do conjunto José Luiz da Conceição.

No último dia de novembro foi morto a tiros na estrada que dá acesso ao povoado Canário, próximo às margens da Rodovia Estadual Francisco Teles de Mendonça, o jovem Edvaldo Santos de Jesus, conhecido como “Binho”, 22 anos.
Natural de Itabaiana, Binho deixou a mãe no bairro Bananeira e resolveu se mudar para o bairro Santos Dumont, em Aracaju (SE).

DEZEMBRO

No último mês de 2011 a polícia registrou quatro assassinatos e alucidou um crime de aborto.

Na manhã do dia 12, foi encontrado na barragem do Rio Jacarecica no povoado Cajueiro, o corpo de David dos Santos, 23 anos. Ele residia à Avenida Dr. Pedro Garcia Moreno Filho e havia saído de casa na companhia de um amigo no dia 16. O laudo do IML constatou que o jovem foi morto a pauladas.

No dia 17 ocorreu a morte de Maxwell de Souza Santana, conhecido como “Suel”, 24 anos. Ele foi assassinado a tiros de pistola calibre 380 na porta da casa de um amigo, localizada à Rua Josias da Silva Nunes, no bairro Mamede Paes Mendonça.
A vítima era natural de Itabaiana (SE), morava à Avenida João Teixeira e tinha passagens pela polícia por envolvimento com drogas e roubo.

Já na manhã do dia 20 foi encontrado dentro de um veículo Fiat, modelo Palio, de cor Prata, com placas HAY 4867/BA (Salvador), o corpo de Flávio Rodrigues Fontes, conhecido como “Fabinho borracheiro”, 29 anos.
Ele morador do povoado Mocambo, município de Frei Paulo (SE), e o fato foi resgitrado na estrada de acesso à Fazenda Calumby no povoado Terra Dura, próximo a BR-235, em Itabaiana (SE).

Um quinto homicídio aconteceu no dia 28 e a vítima foi Luiz Carlos Santos de Mecenas, conhecido como “Cãozinho”, 24 anos. O corpo foi encontrado na estrada de acesso ao povoado Pé do veado, município de Itabaiana (SE), com perfurações de arma de fogo.
Ele era natural de Itabaiana, no entanto, por ser solteiro residia com a família no povoado Barroca do Lázaro, em Ribeirópolis (SE).
“Cãozinho” esteve preso por aproximadamente 1 ano, sob acusação de roubo de animal, e encontrava-se em liberdade há cerca de 5 meses.

Outro fato registrado em Itabaiana no mês de dezembro foi o crime de aborto praticado pela jovem Luana da Silva Oliveira, 20 anos, moradora do povoado Rio das Pedras.
A polícia elucidou o caso no dia 06 após uma denúncia anônima.
O feto de aproximadamente sete meses foi encontrado enterrado no quintal da residência da jovem.
Segundo investigação da polícia, o crime teve a participação de Ivânia da Silva Oliveira, mãe da jovem, e das vizinhas Eunice Mesquita de Oliveira, e Maria Cécilia Mesquita, 88 anos.

AVISO:
A utilização deste e outros artigos deve respeitar a Lei dos Direitos Autorais. Sua veiculação está previamente autorizada desde que as informações autorais sejam citadas.


comentários

WhatsApp: (79) 99977.1266
Email: gilsondeoliveira@gilsondeoliveira.com.br
Gilson de Oliveira - mais notícias
2007 - 2020 Gilson de Oliveira, mais notícia
Desenvolvido por Anderson Silva